Páginas


“SÓ TRATAMOS DE ASSUNTOS RELACIONADOS COM A ORDEM MAÇÔNICA”

ESSE BLOG É DEMOCRÁTICO: ACEITAMOS A OPINIÃO DE TODOS, DESDE QUE O COMENTÁRIO SEJA ACOMPANHADO DE IDENTIFICAÇÃO E UM E-MAIL PARA CONTATO.


“NÃO SERÃO ACEITOS COMENTÁRIOS ANÔNIMOS”

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

COMO ENTRAR NA MAÇONARIA?


Alguns face-amigos não iniciados têm-me perguntado o que é necessário para ingressar na Maçonaria.

Aí vai a resposta:

Não basta querer ser Maçom, é preciso que um Maçom o julgue em condições, é necessário ser convidado, é imperativo ser escolhido após atenta observação de seus procedimentos na sociedade.

Entre outras características a serem observadas, antes do convite deverão ser verificadas as seguintes condições básicas indispensáveis para ingressar na Maçonaria:

Primeiramente, deve-se observar o que preceitua a Constituição de Anderson, considerada a Carta Magna da Maçonaria Universal, que em seu artigo 3ª indica o perfil daqueles que queiram ser admitidos:

“As pessoas que queiram ser admitidos na qualidade de membros das Lojas devem ser homens bons e sinceros, livres de nascimento, de idade madura e boa reputação; 

Estão proibidas as admissões de escravos, mulheres e homens imorais cuja conduta seja motivo de escândalo”.

Adicionalmente:

(1) crer na existência de um princípio Criador;

(2) ser homem livre e de bons costumes;

(3) ser consciente de seus deveres para com a pátria, seus semelhantes e consigo mesmo;

(4) ter uma profissão ou ofício lícito e honrado que lhe permita prover suas necessidades pessoais e de sua família, a sustentação das obras da Instituição e socorrer os necessitados;

(5) se casado, ter a concordância da esposa: e

(6) possuir intelecto suficiente para lhe permitir, futuramente, a compreensão do simbolismo e da filosofia maçônica. 

Por sua vez, o candidato deve procurar saber se o Maçom que o está convidando pertence a uma Loja jurisdicionada a uma Potência Maçônica Regular e Legítima.


Simbologia Maçônica dos Painéis

Postagens populares