Páginas


“SÓ PUBLICAMOS TRABALHOS RELACIONADOS COM A ORDEM MAÇÔNICA”

ACEITAMOS A OPINIÃO DE TODOS, DESDE QUE O COMENTÁRIO SEJA ACOMPANHADO DE IDENTIFICAÇÃO E UM E-MAIL PARA CONTATO.


“NÃO SERÃO ACEITOS COMENTÁRIOS ANÔNIMOS”

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

A MAÇONARIA INVISÍVEL


Nesta postagem pretendo abordar o tema proposto como uma verdadeira elucidação aos não maçons sobre o que esta Augusta ordem pratica dentro de seus portões “fechados”, tenho certeza de que será muito esclarecedor e quem deseja compreender mais da ordem será este muito claro e objetivo.
Maçonaria Visível e outra Invisível.
É muito comum não maçons enxergarem a Maçonaria como uma escola acadêmica, com grade curricular, onde conforme progride aprende o iniciado mais conhecimentos detêm, sendo assim quando atingir o Grau 33 será este detentor de todos os segredos e instruções da Ordem, porém não é isso que acontece, aliás, isto está muito longe da realidade.
Alguns artigos tentam descrever que dentro da ordem existem dois grupos, um visível que se dedica as atividades “fraternais, patrióticas, éticas, educacionais e humanitárias”, enquanto outro tido por invisível organização esta onde estão os verdadeiros Maçons (que estes seriam Satanistas), estes sim seriam Augustíssimos, estes se dedicariam a trabalhos misteriosos e preparariam o Anticristo.
Mas de onde teria surgido esta dedução? 
Existiu um famoso e influente escritor chamado “Manly Palmer Hall”, nasceu em Peterborough, Ontario, 18 de março de 1901 — 29 de agosto de1990, Los Angeles, Califórnia) foi um místico e autor canadense de mais de cem livros, dentre eles The Secret Teachings of All Ages: An Encyclopedic Outline of Masonic, Hermetic, Qabbalistic and Rosicrucian Symbolical Philosophy, que ele publicou aos 25 anos de idade.
Em 1934, Hall fundou a Philosophical Research Society, em Los Angeles, EUA, dedicada ao ideal de buscar soluções para os problemas humanos.
Estes artigos usam uma citação feita por este autor para interpretar e descrever esta divisão dentro da Ordem Maçônica, para que possam ter uma ideia melhor, coloco a disposição de todos dois conhecidos sites cristãos como exemplo do assunto que abordo, sugiro que leiam um deles é o Maçonaria: Duas Organizações, Uma Visível, Outra Invisível, o outro é o Descrição da Organização da Maçonaria”.
Explicarei algo que é triste, porém real e presente na Maçonaria. Existem dentro desta uma maioria de membros despreparados que desconhece o muito que a Ordem pode lhes oferecer, para contribuir a isto existe ainda uma estrutura das Grandes Potências Maçônicas que não oferece nada para mudar este quadro, e neste incluo o GOB, COMAB e CMSB, por isso anteriormente afirmo que deter o elevado Grau 33 não garante ao membro deter pleno conhecimento da Maçonaria.
Isso ocorre, pois embora haja a exigência da entrega de alguns trabalhos, estes não são passíveis de reprovação, ou seja, não existe cobrança de um Grau para o outro, que não sejam estes trabalhos e a presença aos trabalhos.
O que acontece é que a cada grau avançado, entra o maçom em contato com uma nova ritualística, com novos símbolos, assim uma nova percepção da Filosofia Maçônica, mas não lhe é fornecido um material explicativo, para que posteriormente seja cobrado disto.
Com isso surgem diferenças entre os próprios maçons, uns conhecem muito o que praticam, outros não sabem quase nada e é isto que evidencia a estes escritores a existência de duas ordens uma dentro da outra, porém autônomas em atos entre si, pois membros parecem ser mais bem instruídos pela ordem invisível, enquanto outros participam do verdadeiro clube do bolinha, ou clubinho da cidade. Porém posso afirmar que a Maçonaria não ludibria a quem intenta o conhecimento, muito menos aos seus, mas depende muito sim, do interesse de cada um dos iniciados deterem mais conhecimento, o que não falta e não faltará é material de qualidade para se instruir, pois estes são aos montes.
Sobre isso falava o Maçom Manly Palmer Hall quando afirmou que existe uma “outra ordem” onde os maçons detinham os conhecimentos dos “verdadeiros arcanos”, estes são aqueles que estudam, debatem e frequentam as academias maçônicas de estudos se aprimorando nos estudos, rituais e simbolismos da Ordem.
Este renomado escritor Maçom escreveu diversas coisas sobre a Maçonaria e algumas delas são utilizadas para desvirtuar os verdadeiros preceitos pelo mesmo utilizado, mas espero com este ter-lhes mostrado o que significa a citação em alguns artigos como a “Maçonaria: Duas Organizações, Uma Visível, Outra Invisível”, esperem pelos próximos ainda tem muito assunto a ser tratado.
Um grande abraço à todos.
Autor Desconhecido

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão ACEITOS. Deixe seu nome completo e e-mail para resposta.
Contato: foco.artereal@gmail.com

Postagens populares