Páginas


“SÓ PUBLICAMOS TRABALHOS RELACIONADOS COM A ORDEM MAÇÔNICA”

ACEITAMOS A OPINIÃO DE TODOS, DESDE QUE O COMENTÁRIO SEJA ACOMPANHADO DE IDENTIFICAÇÃO E UM E-MAIL PARA CONTATO.


“NÃO SERÃO ACEITOS COMENTÁRIOS ANÔNIMOS”

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

O ESQUADRO E O COMPASSO NA MAÇONARIA


O Esquadro e o Compasso unidos são um dos símbolos que representam a Maçonaria, os mais conhecidos por sinal, ambos são ferramentas do arquiteto, do engenheiro e são utilizados nas lojas Maçônicas como alegorias para o ensinamento de todos os Maçons.

Representam a conduta Maçônica, pois todos devemos enquadrar nossas atitudes pelo quadrado da virtude, aprendermos a circunscrever nossos desejos e manter nossas paixões, dentro dos limites da humanidade.

O Esquadro resulta da união da linha vertical com a linha horizontal, é o símbolo da retidão e também da ação do Homem sobre a matéria e da ação do Homem sobre si mesmo. Significa que devemos regular a nossa conduta e as nossas ações pela linha e pela régua maçônica, pelo temor de Deus, a quem temos de prestar contas das nossas ações, palavras e pensamentos. Emite a ideia inflexível da imparcialidade e precisão de caráter. Simboliza a moralidade.

O esquadro e o compasso simbolizam também a materialidade do homem e sua espiritualidade.

Quando juntos e na sua apresentação representam respectivamente e dependendo de como se arrumam as Lojas e os trabalhos e ritual de Aprendiz, Companheiro ou Mestre.

Esquadro representa a retidão, a integridade de caráter, limitado por duas linhas, uma na horizontal e outra na vertical.

A linha horizontal representa o caminho que temos que percorrer na Terra, em nossas vidas, já a linha na vertical representa o caminho de evolução em direção ao cosmo, ao sagrado, uma evolução sem fim, eterna, que nos eleva ao infinito e a Deus.

O Compasso por sua vez representa o equilíbrio, a justiça, a vida correta, este é o símbolo do espírito, do pensamento nas diversas formas de raciocínio, e também do relativo (círculo) dependente do ponto inicial (absoluto). Os círculos traçados com o compasso representam as lojas.

Uma comparação feita ao Compasso e o Esquadro, temos no primeiro um instrumento flexível e o segundo rijo, desta maneira todo Maçom em diversos momentos de suas vidas, devem agir de forma rígida e, em outrora ser flexíveis, porém sem exasperar as ações conforme estes valiosos instrumentos, pois devemos ser precisos e exatos, conforme pede a situação.

Entre estes importantíssimos símbolos encontramos a letra “G”, o que é o mais Augusto Símbolo segundo meu modo de ver.

A Letra “G” é a sétima letra de qualquer um dos alfabetos que utilize o grafismo árabe e apresenta diversos significados.

Geometria ou a Quinta Ciência é o fundamento da ciência positiva, simbolizando a ciência dos cálculos, aplicada à extensão, à divisão de terras, de onde surge a noção da parte que nelas a nós compete, na grande partilha da humanidade e dos direitos da terra cultivada.

O “G” significa Gnose, que é o mais amplo conhecimento moral, o impulso que leva o homem a aprender sempre mais e que é o principal fator do progresso, significa também gravitação, que é a força primordial que rege o movimento e o equilíbrio da matéria, também denota a palavra geração,  que é a vida que perpetua a série dos seres a Força Criadora que se acha no centro de todos e de todas as coisas.

Temos também esta na palavra Gênio, que é a inteligência humana a brilhar com seu mais vivo fulgor, também está contida no início de Grandeza, assim é o homem, na maior e mais perfeita Obra da Criação, na palavra Gimel, uma palavra hebraica, que se entende pelos deveres do homem para com Deus e seus semelhantes.

O “G” é a sétima letra nos alfabetos mais comuns como citado acima, e o sete é considerado o número da perfeição, como em vários exemplos se destaca o que Deus fez o mundo em sete dias, o sete sempre é citado como o número divino.
No entanto, seguindo fielmente os diversos autores, o acrônimo "G" significa Geometria, tendo por base os ensinamentos da Escola de Krotona de Pitágoras, ou mesmo Gnosis (Gnose, Gnosticismo), considerando seus aspectos místico, simbólico e vivencial.

O Compasso e o Esquadro são alegorias, símbolos, mas para os Maçons são mais que apenas símbolos, representam o orgulho, o amor, a Deus, uma parte do corpo, algo gravado no coração na mente e na alma, algo que levaremos além desta vida, algo que levaremos para a eternidade.

Autor Desconhecido


3 comentários:

  1. Grande Topico explicações exelentes, continuem assim, a realidade tem que ser vista pro ambos partidos

    ResponderExcluir
  2. eu ramao baray gostaria de estar recebendo sempre trabalho de mestres para eu poder aprender mais sobre o meu grau o esquadro e ocompasso faz parte do mestre obrigadu meus irmaos

    ResponderExcluir
  3. S. S. S
    S. F. U.
    À Gl. Do G. A. D. U. / S. A. D. U.
    Fico muito preocupado com Pr. De Arq. sendo assim expostas para público em geral. Prezamos pelo silêncio para que o aprendizado se faça e se torne constante em nossos Templos.

    ResponderExcluir

Comentários anônimos não serão ACEITOS. Deixe seu nome completo e e-mail para resposta.
Contato: foco.artereal@gmail.com

Postagens populares