Páginas


“SÓ PUBLICAMOS TRABALHOS RELACIONADOS COM A ORDEM MAÇÔNICA”

ACEITAMOS A OPINIÃO DE TODOS, DESDE QUE O COMENTÁRIO SEJA ACOMPANHADO DE IDENTIFICAÇÃO E UM E-MAIL PARA CONTATO.


“NÃO SERÃO ACEITOS COMENTÁRIOS ANÔNIMOS”

quinta-feira, 27 de março de 2014

A MAÇONARIA AOS OLHOS DE UM APRENDIZ

Por que? 

Essa era uma palavra que não saia da cabeça daquele Aprendiz, que acabara de iniciar.

A sua curiosidade era tanta que mal podia conter-se, tudo aquilo que estava acontecendo ao seu redor, todos aqueles símbolos, os gestos que acabara de aprender, qual seria os seus significados?

Ao receber os seus livros do “Ritual do Aprendiz”, “o Aprendiz Maçom”, não via à hora de poder lê-los, pois estava certo de que todas as suas respostas estariam ali.

Naquele mesmo dia, mais de um Mestre da Loja, e agora seus irmãos lhe falarão “leia os livros mais de uma vez, pois a cada vez que você os lê, eles terão um significado diferente”, nem precisava dizer, pois naquele mesmo dia quando chegou a casa começou a ler em busca de suas respostas, não entendia muita coisa, mas mesmo assim continuou lendo, descobrindo que só com o passar do tempo tudo ficaria claro. 

Nas sessões seguintes ele foi levado a um impulso de saber todos os significados, de tudo que tinha no interior de sua Loja, e a um irmão ele perguntou, mas o irmão lhe disse “calma tudo tem seu tempo e no momento certo você irá descobrir” e ele assim fez, numa das sessões ele foi levado a desbastar a Pedra Bruta, que ao primeiro impacto não entendia o significado daquilo, depois ele viu que aquela pedra simbolizava seu interior, e que de agora em diante ele desbastaria a sua pedra bruta com a ajuda dos Mestres de sua Loja.

Ele também lembrou-se de um trecho de um livro que leu, onde um Mestre Escultor, falava a seu Aprendiz “aqui esta sua pedra, para você trabalhar e lembre-se o seu verdadeiro interior já está ali, você apenas vai tirar as arestas, e no final uma grande escultura surgirá”.

Ele estava certo de que aquilo era o que ele queria, ele desejava aprender, evoluir seu intelecto e seu espírito, descobrir a verdade dos fatos, pois agora ele sabia que a maçonaria e um sustentáculo moral da sociedade, porque é uma associação de homens sábios e virtuosos, cuja doutrina básica é a crença na existência de um principio que é Deus, e que agora ele também o conhecia como o Grande Arquiteto do Universo e que ele iria desfrutar de uma perfeita fraternidade unida por laços de recíproca estima, confiança e amizade e sua missão como maçom era influir na sociedade o caráter e a personalidade de seus adeptos, para uma moral sadia, transmitindo-lhes os ensinamentos que recebe em loja e aprende por sua vez as obras e os exemplos dos grandes Mestres.

Agora o Aprendiz sabia que tinha uma missão não só com a sociedade, mas também consigo mesmo, seus familiares e para com os seus irmãos, ele sabia que um dia iria se tornar um Mestre Maçom e pensou “quando esse dia chegar, preciso estar preparado”, pois ele iria ser um tutor para os novos Aprendizes, mas ele estava confiante, pois seria para os Aprendizes o que os Mestres são para ele hoje, mas pensou “mesmo que um dia eu seja um grande Mestre, seja que grau for, uma coisa é certa, meu coração será de um Eterno Aprendiz”.

Roberto Urruselqui Junior

Bibliografia
Pensamentos do Ir.'. Roberto Urruselqui Junior – AM- Loj Perseverança e Progresso n° 2712

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão ACEITOS. Deixe seu nome completo e e-mail para resposta.
Contato: foco.artereal@gmail.com

Postagens populares