Páginas


“SÓ PUBLICAMOS TRABALHOS RELACIONADOS COM A ORDEM MAÇÔNICA”

ACEITAMOS A OPINIÃO DE TODOS, DESDE QUE O COMENTÁRIO SEJA ACOMPANHADO DE IDENTIFICAÇÃO E UM E-MAIL PARA CONTATO.


“NÃO SERÃO ACEITOS COMENTÁRIOS ANÔNIMOS”

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

A GRANDE CAMINHADA


Como e de conhecimento de todos os irmãos que toda e qualquer jornada ou caminhada começa com o primeiro passo, irmãos, neste momento tentarei explicar ou exemplificar com poucas palavras o que consegui assimilar o que venha ser uma caminhada de um franco maçom.
Todos ou a grande maioria imaginam que a caminhada começa à entrada da Loja. Porém na minha condição de Companheiro do Ofício Franco- Maçom vos digo que não.
Na verdade o primeiro grande passo é dado quando um homem reto, honrado e livre, de maior idade, bom senso e rigorosa conduta aceita o convite de um Verdadeiro Maçom.
O segundo passo ainda é no mundo profano quando este homem consegue convencer seus familiares de sua vontade de ser aceito na irmandade maçônica, o terceiro passo já é na Sala dos Passos Perdidos, mas com uma grande diferença não está sozinho, porem, mergulhado em um mundo de trevas, cheio de duvidas e temeroso do desconhecido mesmo assim, deposita toda sua confiança em uma pessoa desconhecida, que o conduz e o protege dos obstáculos em sua jornada pelas trevas até receber a luz material não significando que será abandonado.
Agora este homem será chamado carinhosamente amado Irmão Aprendiz, sempre conduzido e orientado pelo seu guia que ensinará os passos e a caminhar em Loja.
Neste momento estou em silêncio na Coluna do Sul a observar e aprender com os irmãos da Coluna do Norte. O Aprendiz com muita dedicação aprende o significado da retidão, direção e discernimento e adquirindo uma postura dá seus primeiro passos, em direção ao Oriente.
A natureza do homem é insaciável, sempre está em busca de conhecimento, ele abandona a linha do centro motivado pela sua imaginação em busca de novos conhecimentos, também é da natureza do homem de não ficar sozinho sentindo a necessidade da afetividade da companhia de seus irmãos e descobrindo a razão de continuar e retoma sua jornada em direção ao Oriente.
Conclusão
O ser humano é um ser que vive em grupos e está sempre em busca de novos conhecimentos da mesma forma é o Companheiro do Oficio Franco Maçom de passo a passo em direção ao oriente adquirindo o seu aprendizado para continuar a subida na Escada de Jacó e a proteger o repositório dos segredos dos ataques das insidias.
Um Companheiro do Oficio Franco Maçom, adormecido, fez as seguintes indagações, sois maçom? Está em dia com suas obrigações? O que você almeja receber em troca? Momento este me pegando de surpresa na inocência de um Aprendiz, permanecendo calado por uma fração de segundos e dando a seguinte resposta. Sou Aprendiz, um passo de cada vez. Hoje estando no 2º Grau responderia: amor fraternal, para poder continuar e receber apoio na escalada da Escada de Jacó. 
Divino Ribeiro Pires – Mat. 00025 GOIB 
Companheiro de Oficio Franco Maçom


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão ACEITOS. Deixe seu nome completo e e-mail para resposta.
Contato: foco.artereal@gmail.com

Postagens populares