Páginas


“SÓ PUBLICAMOS TRABALHOS RELACIONADOS COM A ORDEM MAÇÔNICA”

ACEITAMOS A OPINIÃO DE TODOS, DESDE QUE O COMENTÁRIO SEJA ACOMPANHADO DE IDENTIFICAÇÃO E UM E-MAIL PARA CONTATO.


“NÃO SERÃO ACEITOS COMENTÁRIOS ANÔNIMOS”

quinta-feira, 9 de agosto de 2018

ÁGAPE FRATERNAL & COPO D’ÁGUA



Somente existe no mundo maçônico, oficialmente dois Grandes Orientes Federais, o da França e o do Brasil. No sistema Grandes Lojas, o maior do universo maçônico, o encontro após as Sessões são chamados de Ágape Fraternal, termo que vem dos Gregos e significa amor fraterno.

Momento em que nós Maçons devemos dividir nosso amor com os Irmãos. No Brasil foi introduzido pelo Grande Oriente o famoso Copo D’Água, que segundo alguns historiadores maçônicos dizem significar que devemos nos reunir após as Sessões mesmo que seja para um copo com água (hihihi). Castellani não gostava do termo e eu também não; mas ele era Castellani.

E, por estarmos no Brasil, o termo soa mais como uma gíria do que o verdadeiro intuito e os brasileiros amam usar termos assim.

Na Grande Loja somente utiliza-se Ágape Fraternal, o que Salomão fazia todas as noites, ele mandava matar 30 bois diariamente, fora cabritos, cordeiros, frutas, pães e mel. Está em Provérbios.

Por: José Castellani, do livro Dicionário de Termos Maçônicos.

É a sessão ritualística em que os maçons se confraternizam em torno de uma mesa de refeições.

De maneira geral, a Loja de Mesa deve ser instalada nos edifícios maçônicos, em salas apropriadas. Podem, todavia, ter lugar em qualquer outro edifício, contanto que tudo seja disposto de maneira que, de fora, nada se possa ver e ouvir; isso significa que a Loja de Mesa deve ser coberta a olhos profanos, já que se trata de uma sessão ritualística.

A Loja de Mesa, antigo costume maçônico, deve ser instalada pelo menos uma vez por ano, de preferência no solstício de inverno (no hemisfério Sul), ou de verão (no hemisfério Norte).

Os solstícios ocorrem quando o Sol atinge sua posição mais afastada do equador terrestre: para o hemisfério sul, o solstício de verão ocorre quando o Sol atinge sua posição mais austral (meridional, sul), enquanto o solstício de inverno ocorre quando o Sol atinge sua posição mais boreal (setentrional norte). 

Este último ocorre a 21 de junho, que é, então, a época mais propícia para a Loja de Mesa, embora muitas Oficinas a realizem no dia 24 de junho, aproveitando o solstício e homenageando o padroeiro de muitos ritos maçônicos, São João, o Batista.

Também pode ela, ser realizada no solstício de inverno no hemisfério norte, 21 de dezembro, ou a 27 de dezembro, em homenagem a São João, o Evangelista.

Nos primórdios da Franco-Maçonaria, ainda na de ofício, ou operativa, eram comuns, nos solstícios, esses repastos fraternais; posteriormente, por influência da Igreja e dada à proximidade dos solstícios com as datas dedicadas aos dois São João, eles passaram a ser realizados nestas.

Também recomendam muitas Obediências, principalmente europeias, que, além do banquete ritualístico, realizado por ocasião do solstício de inverno, seja realizado outro, em forma "profana", por ocasião do solstício de verão. 

Nessa oportunidade, é recomendada uma excursão ao campo, para o reencontro com o Sol e a Natureza, em sua plenitude, seguida de banquete, com a presença de familiares e amigos dos maçons da Loja.

 COMPILADO POR ROBERTO DE JESUS SANT’ANNA – M.’.M.’.
GOSP/GOB - REAA


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão ACEITOS. Deixe seu nome completo e e-mail para resposta.
Contato: foco.artereal@gmail.com

Postagens populares