Páginas


“SÓ PUBLICAMOS TRABALHOS RELACIONADOS COM A ORDEM MAÇÔNICA”

ACEITAMOS A OPINIÃO DE TODOS, DESDE QUE O COMENTÁRIO SEJA ACOMPANHADO DE IDENTIFICAÇÃO E UM E-MAIL PARA CONTATO.


“NÃO SERÃO ACEITOS COMENTÁRIOS ANÔNIMOS”

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

A JUSTIÇA E A MAÇONARIA E OS LANDMARKS


A Maçonaria deve ser tratada e trajada como uma instituição que está e deve está acima das paixões humanas.

Para o homem ser Maçom tem inicialmente de deixar a maçonaria entrar em si, não adianta participar de uma maior potência, ou de participar de determinada loja e vestir-se como Maçom, mas se não honrar o seu avental, a sua qualidade como Maçom, não é Maçom, é apenas um homem vestido de avental.

A maçonaria tem de seguir Landmarks para ter validade em toda a sua formação, pois Landmarks são princípios Universais da Maçonaria.

Maçonaria não legitima o julgamento diferenciado dado a Jesus Cristo e a absolvição dada ao culpado Barrabás. Pois no mundo da liberdade aquele que Julga um inocente hoje, amanhã ele será Julgado, Condenado e Executado na Guilhotina (como dizia nas entrelinhas realizadas na Rev. Francesa). Por isso homens como Hitler não deram certo na Maçonaria.

Maçonaria é uma institui séria que deve ter regras máximas a serem seguidas pelos membros, não importa qual dos membros seja, todos são nivelados no Prumo.

Para vestir um avental e ser Maçom na Maçonaria masculina tem que antes de tudo ser Homem e se portar como tal. A instituição maçônica desde épocas passadas, desde épocas como a que meu avo e bisavô participavam admitem apenas em seu meio comportamentos ilibados, pessoas com a mais ampla moral.

O abatimento de Colunas surge quando uma Loja Maçônica não consegue cumprir sua finalidade, quando os seus Maçons membros fazem perder o sentido da instituição.

Acima de tudo, os homens quando estão a adentrar o Templo devem meditar, preparando para ingressar no templo de dentro, mergulhar em um oceano de profunda tranquilidade, esquecer os dissabores da vida..

A Justiça na Maçonaria é seu principal fundamento, se ela não for acatada, perde-se a legitimidade.

Ser Maçom é não se valer de fofocas, de grupos para objetivar comportamentos comuns e vantagens, não se valer do nome da instituição para aglomerar apoios pessoais.

Acredito que para ser perfeito, deve buscar a perfeição e corrigir os comportamentos Falhos. A Justiça e a Maçonaria se resumem em perfeição e busca desta.

Fardos e fatos são tacos que são jogados em redemoinho que tacados ao vento viram poeiras.


Por Max Araújo. Companheiro Maçom

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão ACEITOS. Deixe seu nome completo e e-mail para resposta.
Contato: foco.artereal@gmail.com

Postagens populares