Páginas


“SÓ PUBLICAMOS TRABALHOS RELACIONADOS COM A ORDEM MAÇÔNICA”

ACEITAMOS A OPINIÃO DE TODOS, DESDE QUE O COMENTÁRIO SEJA ACOMPANHADO DE IDENTIFICAÇÃO E UM E-MAIL PARA CONTATO.


“NÃO SERÃO ACEITOS COMENTÁRIOS ANÔNIMOS”

segunda-feira, 12 de maio de 2014

MAÇONARIA: RELIGIÃO OU SEITA?



Inevitavelmente, toda e qualquer entidade ou fraternidade que preserva cerimônias secretas, é rodeada de questionamentos e intrigas, sendo um prato cheio para os amantes das Teorias da Conspiração. 

A Maçonaria, por ser a mais conhecida e atuante, pelo menos que o grande público saiba, é o principal alvo desses ataques.

Assassinatos, golpes de estado, manipulação de interesses políticos e mais uma série de teorias que compõem uma lista repleta de absurdos, e sim, algumas coisas que fazem sentido. O primeiro esclarecimento que tenho a fazer aos leigos é simples, e já derruba uma “carrada” de boatos sem pé nem cabeça:

A maçonaria não é religião, não é seita, e não tem o objetivo específico de cultuar algum deus ou qualquer entidade espiritual. Como muitos já sabem, em uma denominação curta e clara, é uma fraternidade com inspirações filosóficas que aceita toda e qualquer tipo de religião, exigindo em primeira instância que o aspirante acredite na existência de um Ser Superior, pois, mesmo que não haja uma cultuação ou discussão religiosa, os maçons inclinam-se espiritualmente para o Grande Arquiteto do Universo, que pode ser, para os islâmicos, Alá, ou para os cristãos e judeus, Javé.

É claro que este enunciado não explica todos os tabus da polêmica causada pelas Teorias da Conspiração, mas é fato que entre absurdas e palpáveis, essas proposições nunca foram provadas. E acrescento com um conselho que geralmente dou a meus amigos meio que maria-vai-com-as-outras alienados com o bombardeamento da mídia ou livros fictícios:

Se você não conhece e nem ao menos teve interesse de fazer uma pesquisa razoável sobre qualquer assunto, é mais sábio não estipular absurdos ou acusar “fulanos”. 

Entretanto, é inegável a excitação do ser pensante perante os mistérios com que ser depara, e devo ressaltar que é direito de todos a liberdade de opinião, mas deve-se cuidar para que nossas conclusões não afetem a liberdade de outros.


Escrito por Renivaldo Costa 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão ACEITOS. Deixe seu nome completo e e-mail para resposta.
Contato: foco.artereal@gmail.com

Postagens populares