Páginas


“SÓ PUBLICAMOS TRABALHOS RELACIONADOS COM A ORDEM MAÇÔNICA”

ACEITAMOS A OPINIÃO DE TODOS, DESDE QUE O COMENTÁRIO SEJA ACOMPANHADO DE IDENTIFICAÇÃO E UM E-MAIL PARA CONTATO.


“NÃO SERÃO ACEITOS COMENTÁRIOS ANÔNIMOS”

terça-feira, 5 de agosto de 2014

PRUMO MAÇÔNICO


O Livro da Lei, fonte inesgotável de aprendizado maçônico, apresenta símbolos que devem inspirar os Irmãos, independente dos graus, a refletirem sobre seus significados.

Em Amós; capítulo 7, versículos 7 e 8, encontramos: “Ele me mostrou ainda isto: o Senhor, com um prumo na mão, estava junto a um muro construído no rigor do prumo. E o Senhor me perguntou: O que você está vendo, Amós? Um prumo, respondi. Então disse o Senhor: Veja! Estou pondo um prumo no meio de Israel, o Meu povo; não vou poupá-lo mais".

O prumo, joia do Segundo Vigilante, é usado para conferir a verticalidade nas obras da construção civil. Na Maçonaria, ele nos remete à retidão e à integridade que devem reger nossas condutas.

Amós foi um profeta (palavra do grego, que significa aquele que proclama). Os profetas bíblicos falavam principalmente dos males de sua época. Amós viveu aproximadamente 800 anos antes de Cristo, teve CINCO visões do Senhor Deus, mas foi na TERCEIRA que viu o prumo e o juízo do Criador perante os descaminhos.

Pela leitura do Livro de Amós conhecemos a história de um homem simples, que, motivados por valores superiores, resolveu combater a iniquidade. Ele denunciou a inversão de valores da sociedade, o uso idólatra da religião e, principalmente, a desigualdade social.

Na época de Amós, o povo de Israel acreditava haver abundância e uma pseudo prosperidade material. Ele proclamou críticas ao Governo e aos governados sobre o enriquecimento de parte da sociedade à custa dos pobres e contra a própria nação, os descalabros ocorridos nos tribunais, à opressão e a violência reinantes.

Sejamos na Maçonaria como Amós em Israel!

Nós como “Amós maçônicos”, devemos primar pela qualidade na retidão e na integridade. É preciso por fim às injustiças. Esta é a essência da mensagem de “por um prumo no meio do povo”. Que a sociedade que aspiramos construir seja edificada com o “rigor do prumo”.

Ao procurarmos a correta verticalização, ou seja, o prumo da nossa vida e da sociedade é bom lembrarmo-nos de que os únicos e verdadeiros caminhos para a ascensão moral e espiritual da nação estão no trabalho honesto e na conscientização popular.


Sergio Quirino Guimaraes

Um comentário:

  1. Essa é uma matéria muito importante que deveria ser lida em Loja, especialmente de Ap.'. Maç.'. - sede pois, justo e perfeito, como Justo e perfeito é nosso Pai que está no Reino do Céu.
    Ao ser Maçom, seje reto como o fio do prumo, a perpendicular perfeita....

    Adeir Corrêa M.'.I.'.
    A.'.R.'.L.'.S.'. Anúbis, 783-GLESP...

    ResponderExcluir

Comentários anônimos não serão ACEITOS. Deixe seu nome completo e e-mail para resposta.
Contato: foco.artereal@gmail.com

Postagens populares