Páginas


“SÓ PUBLICAMOS TRABALHOS RELACIONADOS COM A ORDEM MAÇÔNICA”

ACEITAMOS A OPINIÃO DE TODOS, DESDE QUE O COMENTÁRIO SEJA ACOMPANHADO DE IDENTIFICAÇÃO E UM E-MAIL PARA CONTATO.


“NÃO SERÃO ACEITOS COMENTÁRIOS ANÔNIMOS”

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

UM DISCURSO DE INICIAÇÃO MAÇÔNICA


Meus Irmãos: Hoje ingressais numa sociedade nova.

Em outras sociedades atualmente organizadas nos países civilizados, fazem-se admissões, ou diretamente ou a apresentação feita por padrinhos, e sem nenhuma cerimônia especial.

Entre nós, assististes a cerimônias, a provas, os interrogatórios, que talvez vos hajam parecido estranhos numa época tão positiva como a nossa.

Em lugar de uma sala nua e de homens como se vêem na vida civil, vos achais envolvido por símbolos, e os homens aqui presentes estão adornados de listões simbólicos, e os irmãos que vos rodeiam vos exibem igualmente objetos relacionados com o mister de construtor. 

Tudo isso tem por objetivo mostrar-vos que, a partir deste dia, sois convocados para a função gloriosa, mas às vezes difícil, de construtor social.

Enquanto os ignorantes, sectários e os semi-instruídos, vos têm professado a destruição sob todas as formas, o centro em que ingressais vos vai ensinar a distinguir o que é preciso destruir e o que é preciso, ao contrário, construir. 

Materialmente, é-vos apresentada uma pedra bruta cujos ângulos precisareis arredondar, para produzir obra pessoal.

Tereis assim de desbastar a pedra bruta, de desembaraçar o futuro material de construção das arestas e espinhos que possam envolvê-lo, apresentando-o assim ao arquiteto completamente pronto para entrar no edifício.

Mas esta construção, como o que vos rodeia, é simbólica; não é uma estrada aberta a todos os ventos que tereis de construir vosso edifício, mas é nos cérebros humanos, nos corações dos homens, que não recebem a luz de nossos aposentos, que tereis de exercer a vossa ação. 

Mas para fazer obra útil, é necessário serdes progressivamente convocado a manejar instrumentos simbólicos, que são colocados em vossas mãos.

O nível não passará de um instrumento sectário de destruição, se sua ação não for equilibrada pela régua, que a trolha não será realmente fecunda, se não servir para executar o plano do arquiteto.

Eis porque existem vários graus na instrução dos membros da grande família maçônica. 

Hoje, sois aprendiz construtor. Revestido do avental simbólico, ouvireis e aprovareis as conquistas que vos precederem na estrada.

Amanhã, consciente de vossa força intelectual, tendo manifestado vosso desejo de passar das obras materiais para as obras do espírito, a Ciência tradicional da Maçonaria vos abrirá seus símbolos e seus livros no segundo grau de nossas dignidades. 

No instante se vos franqueia a grande família dos irmãos conhecidos e desconhecidos. Aprendereis a conhecer o espírito maçônico, a afastar de vós a falsa ciência e o sectarismo.

Combatei os prejuízos, esclarecei todo cérebro denegrido pelo obscurantismo e tornai-vos digno de ser uma destas luzes ocultas que iluminam a humanidade.


Irm.’. Gerard Encausse (Papus)  O Que Deve Saber um Mestre Maçom

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão ACEITOS. Deixe seu nome completo e e-mail para resposta.
Contato: foco.artereal@gmail.com

Postagens populares