Páginas


“SÓ TRATAMOS DE ASSUNTOS RELACIONADOS COM A ORDEM MAÇÔNICA”

ESSE BLOG É DEMOCRÁTICO: ACEITAMOS A OPINIÃO DE TODOS, DESDE QUE O COMENTÁRIO SEJA ACOMPANHADO DE IDENTIFICAÇÃO E UM E-MAIL PARA CONTATO.

OS COMENTÁRIOS ESTARÃO SUJEITOS A MODERAÇÃO

“NÃO SERÃO ACEITOS COMENTÁRIOS ANÔNIMOS”

sexta-feira, 30 de março de 2012

COMO RECONHECER UM MAÇOM!



Ser reconhecido Maçom podemos até por um simples PIM na lapela.  Por isso nossa preocupação deve ser:   Que qualidade de Maçom sou reconhecido?  Um Maçom de ouro ou um Maçom apenas dourado (ou nem isso...)?

Maçons existem que se acomodam, julgando que, atingindo o grau de Mestre estão na plenitude maçônica.  Na verdade, considerando a Maçonaria Simbólica é o último grau.   Porém, não se pode dizer com isso sejam ‘justos e perfeitos’, vez que o desbaste da pedra bruta somente termina com a nossa ida para o Oriente Eterno.  Assim sendo, triste do Maçom que aposenta seu Maço e seu Cinzel.   Porque a construção de nosso Templo interior só termina com o final de nossa vida material.  E não é  suficiente somente esquadrejarmos a Pedra Bruta.  Necessário se faz também deixá-la bem polida.

Diz o LL que fomos criados à imagem do G:.A:.D:.U:. (Gên. 1,26); porém a semelhança precisa ser conquistada.  O desbaste da nossa pedra bruta, poderá resultar numa ‘obra de arte’ ou num ‘monstrengo’.  Se o monstrengo for o resultado final, o Criador nos irá arguir:   “É isto que me apresenta no final de sua caminhada”?!

Nossa responsabilidade vai além do próprio desbaste.  Precisamos ajudar os Irmãos na caminhada, não só com nosso bom exemplo, como alertando os acomodados para um melhor desempenho maçônico.

Não basta ser reconhecido Maçom.   É preciso também ser reconhecido como MISSIONÁRIO, como autêntico CONSTRUTOR SOCIAL.
          
As duas horas templárias são importantíssimas para recarregarmos nossas baterias.  Assim, não devemos faltar às reuniões da nossa Loja.  Até como desculpa, alguns dizem que já fazem maçonaria, fora do templo. Ótimo.  Isso é um dever de todo bom maçom.  Mas não o isenta do comparecimento às Reuniões.

Alguns dizem que não vai à Loja, porque as reuniões são da mesmice.  Ora, se a Loja entrou numa mesmice a culpa é de todos e de cada um.  Use-se então o Saco de Propostas e Informações, não para criticar mas para sugerir melhoras.   O bom Maçom participa de tudo de sua Loja, de suas decisões, de seus projetos.  O bom Maçom não se distancia de seus Irmãos;  a prática da fraternidade se faz com o bom convívio (Sl 133).

Quando falo aos Aprendizes costumo perguntar ‘quem é o responsável pela Loja’ e a maioria deles dizem ser o Venerável Mestre.  Apontando para ele(s) afirmo:  O responsável é você.   Somos todos nós.

Talvez muitos Mestres não digam que a responsabilidade da Loja seja do Venerável, mas pensam e agem como se assim o fossem.  Por isso não acham grave faltar às Reuniões, motivo porque algumas Lojas têm até abatido colunas.

Seria bom cada um contemplasse o ‘OLHO QUE TUDO VÊ’, a onisciência divina, e refletisse: “Como me vê o G:.A:.D:.U:.?   Um maçom responsável, presente, participativo, fraterno, preocupado com o bom desempenho da Maçonaria?”

O progresso na maçonaria também se consegue pelo estudo, pela pesquisa, pela apresentação de Peças de Arquitetura.  Quem assim faz aprende sempre mais e enriquecem também os outros com seus conhecimentos partilhados.  (“A luz que tu levas para alguém, vai iluminar-te também”).  Não faz sentido Mestre que não ensina.

Irm:. W.S.S.  

21 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. Estou para ser iniciado em novembro próximo e agradeço pelo conteúdo deste site. O caminho do aprendizado é longo e com a iluminação do GADU espero me tornar um M.'. digno e honrado.

    ResponderExcluir
  4. Sou um profano, mas entendo o que diz estas palavras e sou um grande admirador da maçonaria e pretendo com a força divina e a ajuda de alguns amigos maçons irei adentra a filantrópica ordem. email anselmocheff@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  5. Sou um profano e, simpatizante da sua ordem,recebi convites para dela fazer parte,mas não pude devido a minha companheira ser contra. Pergunto. Pode um homem ser maçom sem que alguém de sua família saiba?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Amigo!
      Não existe fórmulas mágicas. É praticamente impossível esconder o ingresso na Ordem, sem que sua família saiba.
      Maiores esclarecimentos, mande seu e-mail.

      Excluir
    2. nao se sua esposa nao estever de acordo nada feito

      Excluir
  6. Caro Amigo!
    A Maçonaria não é desagregadora da família.
    Por isso, sempre a companheira do candidato é consultada.
    Converse com ela, procure quem o indicou para conversar sobre os principais princípios de nossa Ordem. Creio que ela não porá obstáculos!
    Fique em Paz!

    ResponderExcluir
  7. fui convidado participar loja maçonica e aceitei recebo alguns livretos dos quais chamamos de monografia pelo correios ja estou na 2ª monografia sou tratado como aprediz, só entrarei numa loja quando for eu apto e preparado para isso? obrigado pela atençao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu caro amigo!
      Lamento lhe informar que Maçonaria é templária. ou seja, seus conhecimentos são passados dentro de um Templo.
      Isso que estão passando para você é pura enganação.Você não é e, jamais será reconhecido com Maçom em nenhuma Loja Maçônica!
      Saia dessa e seja feliz.
      Lembre-se: Maçonaria pela internet não existe!

      Excluir
  8. Os maçons são tratados uns aos outros como irmãos, se algum deles não honrar com seu juramento "pode ser punido", são expulsos da loja, quando precisar da ajuda de um irmão e não for atendido, como fica??? Hoje a coisa mais dificil é encontrar amigos de fé, para mim o irmão não precisa ser de sangue e sim de carater e coração, só conheço 2 em toda minha vida, meu Pai que se foi e um grande amigo e o considero como meu irmão.

    ResponderExcluir
  9. Caros irmãos mesmo não sendo um maçom admiro o trabalho realizado por esta instituição, sigo os princípios e aos poucos tento me aperfeiçoar com as dicas que leio neste blog, sei que não é fácil iniciar na maçonaria mas creio que com o passar do tempo eu possa caminhar nesta senda

    ResponderExcluir
  10. S.'.F.'.U.'.

    Amado Ir.'., lhe felicito pelo blog, bem como por estimular o aprendizado Maçônico. Mister se faz que tenhamos oobr.'. dedicados à filantropia, mas que jamais se olvidem de nossos aaug.'. mmist.'.! Que o aperto de mãos que evidenciem nossas condições de MM.'., sejam os calos de nossas mãos, advindos de tanto trabalho e servidão ao próximo. Que nossas oof.'. tenham sempre em suas ccol.'. MM.'. comprometidos com o desbaste da P.'.B.'..

    Que o G.'.A.'.D.'.U.'. continue a lhe prodigalizar, e que tenhamos sempre por fim, buscar uma sólida edificação de Sua Obra.

    À G.'.D.'.G.'.D.'.U.'..

    T.'.F.'.A.'..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valoroso irmão,
      Muito proveitoso seu trablaho. Profundas usas palavras.
      Se todo maçon seguir verdadeiramente os mandamentos da Maçonaria, a humanidade, certamente, será mudada.
      T.'.F.'.A.'.

      Excluir
  11. Olá.

    Nasci protestante. Estudei, pensei, e abdiquei do termo, preferindo usar "cristão". Refletindo acerca da vida, dos interesses humanos, sendo esses bons e maus, e principalmente acerca do Criador, me livrei dos dogmas com os quais era alimentado, e passei a reconhecer o Criador em todos os povos, crenças e religiões, assim como também a existência do mau em todos esses. Considero que hoje busco a verdade. Ora, tem de haver uma verdade. Sou jovem e a busco com todas as forças, e sei que independente do caminho, chegarei em Deus. A dúvida é: Qual caminho seguir? charleyrocha@hotmail.com

    ResponderExcluir
  12. Agradeço ao Irm.∙. W.S.S. por esse excelente texto, apresentarei na próxima segunda feira o tempo de estudos em minha Loja e lá temos essa preocupação constante em fazer uma loja verdadeira e de Irm.∙. unidos de verdade! vou a presentar esse texto meu Irm.∙. citando você e o blog que aqui estamos, para que outros Irm.∙. também interessados possam vir fazer pesquisas.

    Muito obrigado, um trip.∙. frat.∙. abr.∙. de seu Irm.∙. Deméthrius G. de Lima.∙.Apr.∙.

    ResponderExcluir
  13. Caro ir.'. W.S.S., a essência do verdadeiro Maçon está dentro do próprio ser. Como colocasse, deve ser trabalhada. Sou M.'.M.'. adormecido a muito da instituição jamais das minhas responsabilidades assumidas. O aprendizado contínuo deve ser sim uma necessidade real... mas discordo em parte de que "apenas" o Gr.'.de M.'.M.'. dos chamados "simbólicos" seja muito pouco. Os Gr.'. chamados filosóficos trazem muito da vaidade que tanto deveríamos lutar contra e que não o fazemos. Conheço muitos Irs.'. que atingiram o ápice da escada de Jacó e que infelizmente não passaram do primeiro degrau de conhecimento. E o que é mais triste ainda, vemos a quantidade enorme de profanos de avental circulando em nossas colunas apenas com o intuito de tirar proveito em interesses comerciais. Razões como essa me levaram, a mais de 20 anos, ficar adormecido na instituição, mas jamais da condição de "Maçon". Pois ser maçon em Loja, na ordem, é fácil. Difícil é ser "MAÇON" aqui fora em nosso dia-a-dia, na sociedade, no trabalho, na família, na vida em geral. Espero poder ter a graça do G.'.A.'.D.'.U.'. em aprender mais com o Ir. Seria interessante que o Ir.'. pudesse se apresentar para que pudéssemos cumprir com a exigência do Blog já que, teoricamente, estamos entre irmãos, pois W.S.S. não identifica o querido Ir.'.
    Um T.'.F.'.A.'.

    Flávio Macedo
    M.'.M.'.

    ResponderExcluir
  14. Caro moderador, se a proposta para as publicações é a identificação porque razão há duas publicações de "Anônimos" ? apenas porque falam de assuntos da Ordem ? tenho a certeza que esse cuidado é bastante tomado nas publicações.... apenas pergunto por uma questão de coerência. Se é uma exigência a identificação que esta seja cobrada.
    Perdoe-me pela colocação, mas as concessões e exceções é que acabam por descredibilizar as relações.
    Um T.'.F.'.A.'.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A exigência da identificação dos comentários foi devido enxurrada de bobagens que eram postadas sem a devida identificação do postante. Usamos, em certos casos, a moderação, quando o postante usa de termos ofensivos e, até chulos, mesmo quando se identifica.
      Quantos aos dois "anônimos", foram aceitos porque seus e-mails constavam em nossa caixa de postagem. Um TFA

      Excluir
  15. SAUDAÇÕES FRATERNAS! ,MAÇÔNARIA SENDO DEBATIDA NA NET? COMO MUDAMOS.

    ResponderExcluir
  16. olá eu gostaria de ingressar nesta conceituada ordem (porem nao conheço nehum maçom) existe algum caminho em que voces possam me guiar nesta busca para a verdadeira luz ? email: ronaldo.stipp@gmail.com

    ResponderExcluir

Comentários anônimos não serão ACEITOS. Deixe seu nome completo e e-mail para resposta.
Contato: foco.artereal@gmail.com

Postagens populares