Páginas


“SÓ PUBLICAMOS TRABALHOS RELACIONADOS COM A ORDEM MAÇÔNICA”

ACEITAMOS A OPINIÃO DE TODOS, DESDE QUE O COMENTÁRIO SEJA ACOMPANHADO DE IDENTIFICAÇÃO E UM E-MAIL PARA CONTATO.


“NÃO SERÃO ACEITOS COMENTÁRIOS ANÔNIMOS”

segunda-feira, 19 de março de 2012

ESTRELA MISTERIOSA




Estrela Rutilante, Estrela Flamígera, Estrela Flamejante, Estrela Misteriosa, na maçonaria brasileira os termos são semelhantes.

De acordo com a Tradição deveríamos usar Estrela Misteriosa, pois é nome mais antigo atribuído a Estrela da formação do homem.

A Estrela misteriosa é a Estrela Vênus ou Estrela do Pastor, que foi estuda por muitas civilizações antigas. Para o estudo desta estrela é necessário a escada em caracol. Todos os Ritos têm o mesmo pensamento, pois em todos são realizados os passos da escada, note que no segundo grau é dado um passo para direita e outro para esquerda.

Vênus, a estrela mais brilhante do céu (na verdade, um planeta), recebeu o nome de Vênus Lucífera quando precede o nascer do sol e o de Vénus Véspera quando aparece depois do pôr do sol. Da mesma forma, João Batista precedeu à vinda do Cristo solar e João, o Apóstolo, sobreviveu a ele. Esses são os dois aspectos de João.

Em relação ao trabalho a Estrela que representa o início do trabalho é a Estrela Matutina que conhecemos com a Estrela D’alva, pois, ela aparece brilhante no inicio do dia. Ela representa o Venerável Mestre nos Ritos de origem francesa. No encerramento do Trabalho está presente a Estrela Vespertina que também é a Estrela D’alva.

Surgindo na Terra como astro mais brilhante antes do inicio do dia e da noite, tem assim uma presença marcante do planeta no céu. É usada como um dos símbolos luminosos que formam o Delta luminoso no ritual.

Na Idade Média, as Corporações que foram as criadoras do dia de trabalho de 12 horas, que tinham o seu inicio ao meio dia antigo, isto é hoje, seis horas da manhã, o horário da Estrela Matutina – 12 horas do dia era a 1ª hora do trabalho. A 6ª hora eram 12 horas de hoje, quando acontece o descanso dos Obreiros. A 11ª hora do trabalho indica o inicio do pagamento pelo que foi realizado durante o dia e na 12ª hora todos os obreiros eram despedidos, como diz os rituais “contentes e satisfeitos”. 

Isto é hoje seis horas da tarde, o momento em que novamente a Estrela Rutilante desponta no horizonte indicando que a lua irá nascer. Este é o Grande Mérito das corporações que foi transferido para a maçonaria, 12 horas de trabalho, uma conquista que ainda hoje com apenas 8 horas é repetimos em cada organização de trabalho.

Isto pode não fazer parte do pensamento maçônico de muitos, mas é o que mais se enquadra a noção de tempo e trabalho, nos graus simbólicos.

 Ritual de 1804 REAA em Francês:
Arrivé, le Vénérable lui montre l’étoile mystérieuse qui est au-dessus de sa tête ou sur le tableau et dit :

- Considérez cette étoile mystérieuse et que jamais elle ne s’écarte de votre esprit ; elle est l’emblème du génie qui élève aux grandes choses ; elle est emblème du feu sacré dont le Grand Architecte de l’Univers nous a doué ; aux rayons duquel nous devons discerner, aimer et pratiquer le vrai, le juste et l’équitable.

Ritual de 1804 REAA:
Venerável – Observai esta estrela misteriosa e que jamais ela se afaste de vosso espírito. Ela é o emblema do gênio que cria as grandes coisas. Ela simboliza também o fogo sagrado com que o Grande Arquiteto do Universo nos dotou. Com as chamas daquele devemos discernir, amar e praticar a verdade, a justiça e a eqüidade.

 Ritual de 1857 REAA:
Ven.∙. - Contemplai esta estrela mysteriosa e nunca a afastei do vosso espírito; é ela o emblema do gênio, que leva o homem à prática das ações grandes, assim como o símbolo desse fogo sagrado com que nos dotou o Gr.∙. Arch.∙. do Univ.∙. e sob os raios do qual devemos discernir, amar e praticar a verdade, a justiça e a equidade.
 Ritual de 1874 REAA:

Ven.∙.   — Contemplai esta estrella mysteriosa (apontando para a estrella flammigera) e nunca a afasteis do vosso espiríto. Ella é não só o emblema do génio, que leva o homem a pratica das grandes acções, mas também o symbolo do fogo sagrado com que nos dotou o Gr.∙. Arch.∙. do Univ.∙. e sob cujos raio devemos discernir, amar e praticar a verdade, a justiça e a equidade. O Delta que vedes tão resplanclescente de luz, vos offerece duas grandes verdades e duas ideias sublimes.

 Ritual de 1904 REAA
VEN.∙. — Contemplai esta estrella mysteriosa (apontando para a estrella flammigera) e nunca a afasteis do vosso espiríto. Ella é não só o emblema do génio, que leva o homem a pratica das grandes acções, mas também o symbolo do fogo sagrado com que nos dotou o Gr.∙. Arch.∙. do Univ.∙. e sob cujos raio devemos discernir, amar e praticar a verdade, a justiça e a equidade. O Delta que vedes tão resplanclescente de luz, vos offerece duas grandes verdades e duas ideias sublimes.

 À noite, quando aparece no céu, o planeta Vênus é um dos astros mais reluzentes, só não é mais brilhante que a Lua. Popularmente ele é conhecido como "Estrela Dalva" ou "Estrela do Pastor". Com telescópios e mesmo binóculos nós podemos observá-lo no período de claridade e desde que ele não esteja visualmente próximo do Sol.

Durante muito tempo pensou-se que Vênus era o planeta gêmeo da Terra, mas hoje sabemos que são parecidos apenas no tamanho e na quantidade de massa. Nas condições ambientais para a existência de vida ele é completamente diferente da Terra.

Vênus também era considerado pelos antigos como dois astros diferentes, ao qual davam o nome de Lúcifer e Vésper. Só mais tarde, quando se descobriu tratar do mesmo astro é que atribuíram a ele o nome de Vênus, pela sua luz e beleza, pois quando está no céu, à noite, é o objeto mais brilhante depois da Lua. Porém, no século III a.C., Pitágoras já afirmava que Lúcifer e Vênus eram um único astro. No Brasil é conhecido como Estrela Dalva.

 É possível de ser visto com clareza a olho nu quatro horas antes de o Sol nascer ou quatro horas depois do Sol se por, pois seu afastamento angular do Sol visto da Terra é de no máximo 48 graus. E, quando o afastamento está próximo do valor máximo, Vênus pode ser visto a olho nu a qualquer hora de um dia de céu limpo, sendo necessário apenas conhecer sua localização na hora da observação e desde que não esteja visualmente muito próximo do Sol.

 Rodrigo Nunes Rabelo -
ARLS ACÁCIA BOCAIUVENSE Nº 149
ORIENTE BOCAIUVA/MG 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão ACEITOS. Deixe seu nome completo e e-mail para resposta.
Contato: foco.artereal@gmail.com

Postagens populares