Páginas


“SÓ PUBLICAMOS TRABALHOS RELACIONADOS COM A ORDEM MAÇÔNICA”

ACEITAMOS A OPINIÃO DE TODOS, DESDE QUE O COMENTÁRIO SEJA ACOMPANHADO DE IDENTIFICAÇÃO E UM E-MAIL PARA CONTATO.


“NÃO SERÃO ACEITOS COMENTÁRIOS ANÔNIMOS”

quarta-feira, 21 de março de 2012

IRMÃOS OU AMIGOS??????



"O verdadeiro maçom deve ser cauteloso, bondoso, justo, imparcial e falar sempre o que sente, sem reserva mental, isto é, a boca deve sempre exprimir o que o coração tem em abundância". Castellani

Meus Irmãos, sem a intenção de repreender ou como diz nos interiores por ai: “passar o pito” em alguém, expressarei uma opinião passível de discordância, se eu estiver errado, já antecipo desculpas e peço que me corrijam. Pois que me conhece sabe que eu não tenho osso ma língua, sou amigo pra caramba, Irmão de Pé e A Ordem, amo a Maçonaria, estudo, leio, pesquiso, etc. Mas, por favor, não esqueçam que é apenas uma opinião de alguém que não é melhor que ninguém sendo apenas igual a todos no cometimento de falhas e muito chato.

Tenho notado que a palavra IRMÃO em nosso meio se consolidou como um substantivo tornou-se simplesmente um título institucional, na verdade deveríamos usá-la como um pronome possessivo: MEU IRMÃO! Observem que há uma mudança vibracional da palavra, “Meu Irmão” não é título é um sentimento fraternal.

Ninguém diz: - Somos irmãos de trabalho! Dizemos: - Este é meu colega de trabalho! Você não diz esse meu Irmão de Boteco, Então por que insistimos em dizer: - Este é meu Irmão Maçom. Irmão é Irmão e pronto. Colega sim necessita de especificação: colega de boteco, colega de futebol, colega de pescaria, de cachaça... etc.

Não podemos confundir companheirismo com amizade. O Fulano é ótima companhia nos estádios de futebol, na mesa de bar, nas viagens e mesmo em outras associações, mas o que precisamos observar quais são os sentimentos que nos motivam ao encontro dele. Farra, status, lazer, vícios ou mesmo ociosidade! Não há demérito nenhum, são atitudes naturalmente profanas e como tal devem ficar.

Esses fulanos não prestam para a Maçonaria. Devem ficar fora!

Mas que vejo... O belo amigo do boteco, um dia se interessa pela Ordem, ai vem um Irmão e Indica o camarada. Pronto ta feito a mer...!

Quando não, o fulano entra na Loja e logo já quer cargos e graus... Que absurdo, nada sabe, nada viveu, nada sofreu...mas mesmo sem poder, sem saber e sem nada...quer, quer, simplesmente quer!

Pior são os Irmãos falsos, se assim possa dizer, êta turminha do capeta, tem as montes por ai. Já presenciei casos de arrepiar os cabelos.

E os Irmãos Aprendizes e Companheiros, que nada sabem, mas interpelam Mestres Instalados, por causa de Trabalhos em Loja, Temas, horário, etc. Sempre com as brincadeirinhas sarcásticas. Meu Irmão Loja boa tem Instrução, Loja boa tem debates, Loja boa tem temas a discutir para a evolução dos Maçons, se te incomoda pega seu avental e vaza. E vá para as Lojas que nada ensinam, e só se preocupam com o copo d’água.

Posso dizer que tenho Orgulho, da minha Loja, da Maçonaria, mas não posso dizer o mesmo de meus Irmãos, pois nem todos viram a Luz, nem todos são iniciados, pois nem todos posso chamar verdadeiramente de MAÇOM.

Prego sempre a EDUCAÇÃO Maçônica! Sou ferrenho defensor desta bandeira.

Mas, venho vendo muito Irmão, me entristecendo, pelas suas atitudes, pelas suas más ações, pelas suas mentiras, pela hipocrisia.

Estou triste e muito triste com alguns Irmãos vem deixando de ser um amigo!

Que a cada reunião sejamos mais IRMÃOS e AMIGOS, pois um dia Deus perguntou a Caim: - Onde está Abel, teu irmão? E Caim irado respondeu:
- Não sei; sou eu o guarda do meu irmão? Momentos antes, Caim havia matado seu irmão Abel.

Denilson Forato

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão ACEITOS. Deixe seu nome completo e e-mail para resposta.
Contato: foco.artereal@gmail.com

Postagens populares