Páginas


“SÓ PUBLICAMOS TRABALHOS RELACIONADOS COM A ORDEM MAÇÔNICA”

ACEITAMOS A OPINIÃO DE TODOS, DESDE QUE O COMENTÁRIO SEJA ACOMPANHADO DE IDENTIFICAÇÃO E UM E-MAIL PARA CONTATO.


“NÃO SERÃO ACEITOS COMENTÁRIOS ANÔNIMOS”

terça-feira, 12 de junho de 2012

RESUMO DA 2ª INSTRUÇÃO DE APRENDIZ



                À medida que evoluímos em nossa caminhada de progresso, vamos concluindo sobre pontos comuns de nossa  identidade, como a existência de um ser supremo a quem a quem identificamos como o GADU. Ele nos dotou de tal inteligência, que nos permite discernir com segurança o bem do mal, tendo como base uma sã moral.

                Por isto, somos maçons, cuja moral se baseia no amor ao próximo, em utilização de um sistema de mistérios e alegorias.

                Para melhor compreensão de tudo e para que não venhamos a nos prender em conclusões falsas e errôneas, exige a Ordem que o candidato seja um homem livre e de bons costumes.

                Basicamente entendemos que todo o homem seja livre. Todavia, se ele está sujeito a entraves sociais ou se torna escravo de suas próprias paixões, deixa de ser senhor de sua própria individualidade e como tal, não pode assumir qualquer compromisso sério.

                Essa inteira liberdade lhe dá condições de abdicar das vaidades profanas e reconhecer da necessidade imprescindível de instrução, como o alicerce fundamental da moral humana.

                A iniciação, com tamanho significado para o nosso aprendizado, nos recorda as passagens em três viagens com características distintas, que nos levaram as portas do sul, do ocidente e do oriente, onde batemos e fomos recebidos.

                Do caos que se acredita ter precedido a formação do mundo, caminhamos depois em meio a lutas, as quais devemos vencer para nos colocarmos entre os nossos semelhantes e finalmente, atingirmos a idade da maturidade e da reflexão.

                Em três portas bati e pelas três passei, sendo purificado pela água e pelo o fogo, ficando em condições de receber a luz, usando para tanto a sinceridade, a coragem e a perseverança...

                Depois me chegou à luz da verdade a qual nós vamos acostumando através das sólidas instruções que nos são transmitidas. No juramento e na consagração nos ligamos à ordem maçônica, com a guarda de segredo que nos foram confiados, para amar, proteger e socorrer os nossos irmãos, sempre que tiverem justa necessidade.

                A cada instrução, um novo ensinamento, um novo passo na extensa caminhada.

                Os momentos que vivemos até agora nos recordam a grandiosidade das reflexões iniciais, quando isolados em nosso silêncio profundo, meditávamos sobre as considerações tão fortes de questionamento, como:

                - Se tens medo, não vás adiante.
                - Se a curiosidade aqui te conduz, retira-te.

                Uma força intima repleta de satisfação e alegria, nos faz entender agora que, se tudo tivéssemos de repetir, o faríamos com a mesma dedicação e confiança.

                O carinho, os exemplos, a dedicação, a confiança, a amizade dos irmãos do quadro de obreiros desta Augusta e Respeitável Loja; o respeito que nos tributa o Venerável Mestre, homem de sabedoria profunda; a atenção dos irmãos 1º e 2º Vigilantes, luzes que engrandecem esta oficina; o equilíbrio e a simplicidade dos demais oficiais; todo esse conjunto harmonioso de homens de bem nós faz sentirmos gratificados e regiamente recompensados pela decisão que tomamos.

                Sei que o tempo ainda é pouco para tão grande euforia. Mas o coração e a nossa inteligência nos conduzem a uma doce realidade, a de que haverá sempre uma esperança de paz, amor e prosperidade, enquanto existirem homens livres e de bons costumes, aqueles que colocam o Ser Supremo como a razão de toda a existência e a humanidade como o sentido maior de suas preocupações constantes.

                 Assim, cada vez mais, estaremos perto da paz, da tranquilidade e da felicidade total, com a alegria maior de termos contribuído para este objetivo com a força dos nossos princípios, com a sublimidade do nosso amor e a nossa vontade de servir sempre.

M.’.M.’. Milo Bazaga - GLMMG – REAA                                                 




6 comentários:

  1. rglocaddora@yahoo.com.br irmão geraldo nardi pavani loja colunas de jerusalem numero 70 oriente de vitoria es santo. Gostei muito que precisava desta instrução para falar para min e alguns irmãos mais novos,muito ogrigado meu irmão que Deus te abençoa na sua caminhada.

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito das sabias palavras do irmâo vou fazer a leitura em loja,loja 159 Independencia do universo.goiania go.

    ResponderExcluir
  3. Olá querido Ir.'. , gostaria de lhe parabenizar pelo blog, está muito bem organizado! Um T.'.F.'.A.'. . Marcelo Henrique A. Ferreira, Ap.'.M.'. , A.'.R.'.L.'.S.'. Acácia Rondoniense nº2322 - Or.'. Jaru-Rondonia.

    ResponderExcluir
  4. Concordo plenamente, o ir Geraldo pavani, da loja colunas de Jerusalém, realmente é um ir de grande sabedoria, tenho muito carinho por ele, tem me ensinado muito. T. F. A
    Édson Schneider, Cidade de Afonso Cláudio n:93 Oriente de Afonso Cláudio.

    ResponderExcluir
  5. Excelente síntese da segunda instrução. É primordial lê-la, e reler a instrução após isso, pois pelo conteúdo rico em detalhes da mesma, ter um resumo nos facilitar para identificar as essências e compreender melhor. Muito grato e mais uma vez meus parabéns. Um T∴F∴A∴

    Djoni de Araújo Neves Filho - Apr∴M∴
    A∴R∴L∴S∴ Fraternidade Caucaiense nº 63
    G∴L∴M∴E∴CE∴ - djonifilho@icloud.com

    ResponderExcluir
  6. Parabens Ir.'. muito bom trabalho, claro, exprecivo e direto não poderia ser melhor quero utilizá-lo como explicação da Instrução em minha loja. Mais uma vez Parabens.
    Valdir V. Sé - MM ARLS Marília de Dirceu 156 - Marília - SP

    ResponderExcluir

Comentários anônimos não serão ACEITOS. Deixe seu nome completo e e-mail para resposta.
Contato: foco.artereal@gmail.com

Postagens populares