Páginas


“SÓ PUBLICAMOS TRABALHOS RELACIONADOS COM A ORDEM MAÇÔNICA”

ACEITAMOS A OPINIÃO DE TODOS, DESDE QUE O COMENTÁRIO SEJA ACOMPANHADO DE IDENTIFICAÇÃO E UM E-MAIL PARA CONTATO.


“NÃO SERÃO ACEITOS COMENTÁRIOS ANÔNIMOS”

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

ESOTERISMO E A MAÇONARIA


ESOTERISMO.  Conceito. O pensamento mágico: raciocínio lógico causal surgiu para preencher lacunas na seqüência lógica do conhecimento.

TRADIÇÃO PRIMORDIAL - Transmissão de conhecimentos que regem a relação entre causa e resultam em diferentes níveis de realidade, a partir de uma primeira causa. 

ESOTÉRICO - Adjetivo referindo-se ao interior.

ESOTERISMO - Substantivo que define uma linha de pensamento que se refere ao esotérico.

Esoterismo é um método operativo cujo principal objetivo é o interior do ser. 

O esoterismo sempre esteve disponível para todos os que sentiram a angústia existencial, dada a incapacidade de responder às três principais questões metafísicas:
De onde vim? Quem sou eu? Para onde eu vou?.

A necessidade de busca de respostas transcendentes se manifesta desde a idade da pedra, em seguida, expressa nas mitologias, sempre presente no homem, e agora revivida pelo Pós Racionalismo.

Historicamente, o Ocidente desenvolveu quatro grandes fontes esotéricas: Hermetismo, alquimia, cabala e Pitagorismo.

HERMETISMO - A figura de Hermes, cujo nome deriva da primeira fonte esotérica - hermetismo - está presente em toda a história cultural do Ocidente, sob as mais diversas formas: ou como uma divindade egípcia, grega, romana, e até mesmo bíblica, corânica : Thoth, Enoque, Mercúrio, e assim por diante. 

Nas mais diversas culturas, representava, geralmente, o papel de um mensageiro da cultura. 

A tradição mais emblemática do Hermetismo é do Corpus Hermeticum, uma produção intelectual que tem seu centro em Alexandria. 

Ele foi elaborado no segundo e terceiro séculos desta era, apesar de sua origem ser muito mais antiga. A influência do Corpus durou milhares de anos, atingindo a Idade Média e do Renascimento. 

Como toda a doutrina esotérica, Hermetismo é baseado nas analogias dos símbolos, é transmitida pela iniciação, é coerente com a tradição e opera no silêncio interior. 

A noite é que os ensinamentos racionais eram comunicados. Essa forma de comunicação só era possível aos iniciados (aqueles que estavam dispostos a aprender), o ensino era secreto. 

O que era registrado no silêncio interior era considerado intransferível, por isso vem o termo Escolas de Mistérios (de reunir, o silêncio). 

Desenvolvesse o conceito de tri-homem, formado pelo Espírito ou Alma, e corpo, expressa como o mundo arquetípico, o macrocosmo e o microcosmo. 

A tradição hermética não é uma religião, com as autoridades de um lado e os crentes, por outro lado. Entre Deus (no interior) e corpo, não há intermediários!

 Para o hermetismo, conhecimento não é um acúmulo de dados, mas corresponde a uma realização espiritual. 
Iniciação é um caminho individual em busca de conhecimento. O sigilo reconhecido na figura do Mestre Interior, uma ferramenta psicológica que é fornecida por Deus para o destinatário para iniciar a construção do homem como um todo.

 ALQUIMIA - Os alquimistas atribuíam a si o título de filósofos, no sentido de que a base de suas teorias era um reflexo expresso das doutrinas herméticas. Alquimia era um sentido prático, e pode ser tomado como a técnica de operação da filosofia hermética. 

ALQUÍMICO - Terminologia utilizada prática com os metais e suas qualidades, por exemplo, o termo não se refere ao metal ouro, mas um estado puro ser. 

O objetivo do alquimista foi à purificação da alma.
Metais básicos correspondem às paixões terrenas e as nobres qualidades espirituais. 

Considera que a origem de todas as coisas é a luz que emana de um centro, mas ao mesmo tempo parte em todos os lugares, e pode ser descoberta por cada ser, dentro de si mesmo. 

PEDRA FILOSOFAL - É a transmutação espiritual da personalidade para alcançar mais estágios mais avançados ou perfeitos. 

REGIA ARTE (Arte Real) - É o conhecimento das leis da vida no homem e na natureza, para o qual devemos alcançar a excelência física e moral, através de ascetismo. 

A GRANDE OBRA - Refere-se ao trabalho interno. É um processo ativo para obter a Pedra Filosofal.

 ALQUIMIA MÍSTICA - Descrita a partir de três princípios, os Quatro Elementos e os Sete Metais. 

OS TRÊS PRINCÍPIOS: O Mercúrio se refere ao que entra, o Enxofre o que sai e o Sal representando o equilíbrio.
Para o indivíduo para conquistar a plenitude do ser, você deve olhar de perto e unir a fonte permanente de todas as coisas. 

OS QUATRO ELEMENTOS: Estes são abstrações metafísicas que caracterizam a matéria elementar. Elemento Terra refere-se ao peso e fixação.  O Ar a volatilidade.  A Água que é encontrada em todos os corpos e o Fogo que expande.

 A circulação destes elementos em equilíbrio, a nível individual, produz bem-estar. 

OS SETE METAIS - Os metais são os nomes das frações da personalidade humana: o espírito é o Ouro a alma é a Prata, o corpo é chumbo. Cobre, estanho e ferro são estados intermediários.

Finalmente, o azougue (nome antigo para o mercúrio) é a síntese de os três primeiros. Quando estes sete aspectos são contrabalançados a saúde está em perfeita harmonia e homem torna-se perfeito. 

Em suma, a partir da combinação ativa dos três princípios, dos quatro elementos e dos sete metais o homem adquire o estado psicológico perfeito.

KABBALAH - A cabala era uma tradição oral de transmissão de ensinamentos ocultos que era realizada entre os judeus, de boca ao ouvido do discípulo pelo mestre, desde as origens deste povo.

Publicado em literatura hebraica no século XI. Este é um conhecimento amplo e profundo sobre as origens cósmicas, a natureza e o destino do homem. Sua função é abrir o acesso às capacidades ocultas da psique. 

A prática de especulação cabalística tem como elementos as relações entre as 22 letras do alfabeto hebraico e os números de 1 a 10. 

Com a combinação destes paralelos é obtido a Árvore da Vida, um símbolo que pretende representar a alma humana.
PITAGÓRICOS - Para os pitagóricos o número é uma manifestação do desígnio divino, cujo conteúdo pode ser aplicado a vários aspectos da vida humana e do cosmos. 
Inicialmente é assimilado - no campo do macrocosmo - Deus, o ponto de partida de tudo. Dentro do microcosmo, é o Uno e o Eu.

Os dois se baseiam no conceito de diferenciação. Internamente é o macrocosmo, Cosmo criado por Deus de si mesmo. 
Os dois geometricamente incluem dois pontos, através do qual você pode desenhar a linha que os une e formular o conceito de dos opostos. 

Dentro do microcosmo, é enorme gama de diferença de opostos. Os três passam a ser mais um passo para a criação. Se um é curto, os dois seria a antítese e três é a síntese. 

A quarta é a especificação completa, incluindo o conceito de volume, espaço aberto e permanência nele.

Características comuns do esoterismo. 
1. Corresponde a um esoterismo holístico ou Totalizante.
2. Corresponde a um conjunto de doutrinas que procuram explicar a relação entre Deus, o cosmos e o homem, usando não só a racionalidade, mas também a intuição intelectual. 
3. A visão de Deus é irreligioso. Não há hierarquia ou a obediência cega dos fiéis. 
4. A adoção de seus princípios é livre e voluntária, e não carece de sentido.
5. O Conhecimento é um processo gradual que vai criando as condições para que se torne exclusiva dos Iniciados.
O Conhecimento não é necessariamente racional ou linear, é a abertura interna bastante para captar o que sendo transmitido. Isto requer preparação mental ou estado de espírito. 
7. A visão sistêmica é tanto analógicas, no sentido de que o quebra-cabeça do cosmos e da estrutura do ser humano são comparáveis ​​com o princípio: "Como acima é abaixo". 
O microcosmo humano é análogo ao macrocosmo universal. 
8. A operacionalidade do esoterismo é o segredo, porque ele só é realizável em casa, sozinho, e é exclusivo para os iniciados. 
9. Considera o ser humano como um material perfeito do ponto de vista da sua individualidade, A Grande Obra é uma ação sem fim, sendo pacientemente construída e reconstruída para cada indivíduo. 
10. O processo de caminhar para a perfeição envolve iniciações sucessivas, em que se está produzindo uma espiral de progresso, cujo ponto de partida é o ritual da morte, para ser nascer em um nível diferente e melhor. 

ALGUMAS CARACTERÍSTICAS DOS PRINCÍPIOS MAÇÔNICOS E SUA RELAÇÃO COM ESOTERISMO.
O princípio maçônico coincide de forma concreta, com o esoterismo, é a perfectibilidade do homem, que é escolhido através de um rigoroso processo de seleção e é convidado a participar, consciente e voluntariamente no processo gradual da Grande Obra. 

Morte, nascimento, morte e reconstrução, são etapas sucessivas de um método que a Ordem é a depositária atual.
 A tradição maçônica desde os tempos antigos tem-se mantido ligado aos nomes de Mestres iniciadores desde tempos imemoriais, e através deles, é estabelecido o vínculo com as respectivas fontes originais. 

Hermes é uma figura familiar para os maçons, no sentido de que o sigilo (hermetismo) é objeto de numerosos temas e artigos maçônicos.

Corporações medievais construtores e artesãos foram conservadoras das tradições do esoterismo desde os tempos antigos e, por sua vez, os maçons de hoje são os herdeiros dos construtores.

O simbolismo construtivo busca a essência das coisas, além das aparências. Utiliza a razão para desenvolver a intuição e a essência das coisas. 

Exceder o racional não significa ser irracional, mas trans-racional. Busca integrar razão e intelecto a intuição, em um nível mais elevado de compreensão.

As figuras geométricas e os números da Loja Maçônica são símbolos esotéricos que representam realidades humanas, e são expressos por analogia com a arte de construção.

A sabedoria é encontrada com o Esquadro e igualdade com o nível, o poder e a justiça pelo prumo. 

Enquanto os ensinamentos esotéricos da Maçonaria são compostos por elementos de diferentes tradições esotéricas assimiladas esoterismo maçônica própria reivindicação distintivo a ser de nossa Ordem. Resolução da Grande Loja Unida da Inglaterra, 21/06/1985: Maçonaria · Não é uma religião nem um substituto para a religião exige que seus adeptos a crença em um Ser Supremo que, no entanto, não oferecer a sua própria doutrina de fé. · Os rituais representam graus de conhecimento, e têm em comum a ideia de do Grande Arquiteto do Universo, símbolo do Um e o Todo. 

A Maçonaria procura despertar em cada um dos seus membros, um processo de desenvolvimento interior, fornecendo as ferramentas necessárias para fazê-lo. O Caminho do Iniciado parte com a iniciação, e não é um trabalho puramente intelectual, mas uma experiência de vida, que se expressa na Maçonaria exotérica ou social.

De acordo com o simbolismo do Art of Building, que abrange a tarefa de construção da personalidade individual e da cultura da espécie humana. 

A Maçonaria simbolismo construtivo utiliza como método de transmissão de ensinamentos esotéricos, para construir uma sociedade onde a liberdade, igualdade e fraternidade, através da fé, esperança e caridade. maçonaria desenvolve a idéia de que somente a Fraternidade pode ativar Unidade na Diversidade.

Angel Espinoza
Traduzido do Espanhol por Paulo Edgar Melo



Um comentário:

  1. Pareceu-me a tradução muito truncada, com períodos inintendíveis. Confesso minha ignorância, mas entendi o que o irmão quis dizer no texto: Enquanto os ensinamentos esotéricos da Maçonaria são compostos por elementos de diferentes tradições esotéricas assimiladas esoterismo maçônica própria reivindicação distintivo a ser de nossa Ordem.

    ResponderExcluir

Comentários anônimos não serão ACEITOS. Deixe seu nome completo e e-mail para resposta.
Contato: foco.artereal@gmail.com

Postagens populares