Páginas


“SÓ PUBLICAMOS TRABALHOS RELACIONADOS COM A ORDEM MAÇÔNICA”

ACEITAMOS A OPINIÃO DE TODOS, DESDE QUE O COMENTÁRIO SEJA ACOMPANHADO DE IDENTIFICAÇÃO E UM E-MAIL PARA CONTATO.


“NÃO SERÃO ACEITOS COMENTÁRIOS ANÔNIMOS”

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

IGREJA DE SÃO JOSÉ DE BOTAS - COM SÍMBOLO MAÇÔNICO EM TAMANDARÉ-MUNICÍPIO DE PERNAMBUCO-PE!!!


FICA NA BEIRA DA PRAIA E ESTÁ EM RUINAS E É DATADA DE 1896.

A Igreja de São José de Botas localiza-se na cidade de Tamandaré, município de mesmo nome, em Pernambuco, no Brasil.

Erguida em homenagem a uma imagem de São José, que possuía botas, cajado e trancelim de ouro, a sua construção remonta a 1896, em área particular entre a praia das Campas e a praia de Tamandaré (atual rua São José), pertencente à família de Nestor de Medeiros Accioli, adquirida dos herdeiros do Padre José Rufino Gomes. Em estilo colonial maneirista (maneirismo), em seu frontispício encontra-se um brasão da Maçonaria.

Em 24 de Dezembro de 1999 foi tombada pela FUNDARPE. Em estado de pré-ruína, após recuperação parcial com recursos da comunidade, retomou as atividades religiosas, após um período de mais de trinta anos desativada, com a celebração de uma missa em 18 de Março de 2001 às 10:00 horas, na ocasião das festividades para homenagear seu Padroeiro.

Curiosidades

        Nos fundos da Igreja funcionou o Cemitério de Tamandaré até 1930, quando foi transferido para um terreno próximo ao Forte Santo Inácio de Loyola.
        Na sua entrada existiu um cruzeiro onde foram enterrados dois membros da família Accioly.
        Ao lado esquerdo da igreja encontra-se um casario que serviu como Casa do Padre José Rufino Gomes, hoje ocupada por um dos herdeiros da família Accioly.

Antes do tombamento a casa paroquial e a Igreja foram pintadas pela última vez por um descendente por nome Géber Accioly. Em frente a casa paroquial foi barbaramente assassinado (tiros no rosto) o Dr. Moyses Castanha Accioly, filho de Nestor Medeiros Accioly e Maria Castanha Accioly.

IGREJA DE SÃO JOSÉ DEBOTAS


O Acervo Histórico Cultural denominado "Igreja e Casa Paroquial de São José de Botas, foi erguida em homenagem a Devoção à São José de Botas, que possuía Botas e Cajado de Ouro (Tradição Religiosa do Final do Século XVIII, advindas de idéias Pré-Republicanas, Revolucionárias Francesa, que chegaram aos Postos do Recife no período do Brasil Colônia, onde a Coroa Portuguesa sustentava a Igreja em Troca de Obediência.

Proibia a entrada de novos Cultos Religiosos, confirmava as Sentenças da Santa Inquisição e Executava as Penas...

O Estado concedia Licença para Construção das Igrejas as quais eram edificadas pelas Confrarias ou Irmandades; o chamado Padroado (Direito de concessão de benefícios pelo Protetor), - Os Ricos comerciantes; os Maçons! - A sua construção remonta ao final do Século XVIII, em área particular na Praia de Tamandaré (Atual rua São José, no Sítio de mesmo nome), pertencente à família do "de cujos" Nestor de Medeiros Accioly que adquiriu a propriedade em 1902 (- Aos seus 21 anos de idade -, por ocasião do seu casamento com Maria Castanha Accioly  que tinha 15 anos naquela época - O  Sítio São José, onde encontra-se encravado o citado Acervo Histórico-Cultural-), dos "Netos" do Padre José Rufino Gomes. 

Em estilo Colonial Barroco, em seu frontispício encontra-se o Brasão de São José de Botas que destaca as "Ferramentas do Carpinteiro"; Régua,  Serrote, Compasso,  Esquadro, além do tradicional "Ramo de Lírios" que expressa a "Pureza de São José", Esposa da Virgem Maria, Maria Santíssima a Mãe deJesus (Patrono da Santa Madre Igreja Católica Apostólica Romana)...

Em 24 de Dezembro de 1999 foi tombada pela  FUNDARPE em caráter de urgência. Em estado de pré-ruína, após recuperação parcial com recursos Próprios e da Comunidade, retomou as Atividades Religiosas, após um período de mais de quarenta anos de abondono, com a Celebração de Santa Missa em 18 de Março de 2001 às 10:00 horas, por ocasião das festividades para homenagear seu Padroeiro, São José (Patrono da Santa Madre Igreja Católica Apostólica Romana), Esposo da Virgem Maria, Maria Santíssima a Mãe de Jesus!

FOTOS DA IGREJA DE SÃO JOSÉ DE BOTAS QUE FORAM CLICADAS PELO IR.'. RODRIGO LESTAYO, EM TAMANDARÉ, MUNICÍPIO DE PERNAMBUCO-PE.


10 comentários:

  1. Precisa de mais cuidado...um lugar tao lindo a prefeitura tem que zelar; como o turista vai querer voltar? praias lindas, porem a cidade ta mal cuidada... estive la recentemente (jun/2012.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Nhô Lula (Flávio Cavalcanti ), somente hoje li seu comentário que me inclui e informo que realmente me entristeci devido a tamanha desenformação a meu respeito, mas como diria Dinda: "A verdade boiará como folha secas nas águas do rio". Quando o visitei o ano passado (2015) ainda não havia lido o referido comentário, mas nada tenho a lhe recriminar, apenas lamento tamanha desenformação...Fica com D'us.

    ResponderExcluir
  7. Boa tarde, avistei essa bela igreja em ruínas, ao almoçar num restaurante próximo. Amo fotografar igrejas e conhecer suas histórias. Que pena que as informações estão desencontradas.De qualquer forma, achei -a bela e instigante.

    ResponderExcluir

Comentários anônimos não serão ACEITOS. Deixe seu nome completo e e-mail para resposta.
Contato: foco.artereal@gmail.com

Postagens populares