Páginas


“SÓ PUBLICAMOS TRABALHOS RELACIONADOS COM A ORDEM MAÇÔNICA”

ACEITAMOS A OPINIÃO DE TODOS, DESDE QUE O COMENTÁRIO SEJA ACOMPANHADO DE IDENTIFICAÇÃO E UM E-MAIL PARA CONTATO.


“NÃO SERÃO ACEITOS COMENTÁRIOS ANÔNIMOS”

terça-feira, 24 de março de 2015

A PRIMEIRA TAREFA PARA UM MAÇOM


O slogan intitulado esta nota é um desafio para cada pessoa que inicia na Maçonaria. Numa primeira fase, o neófito (novo membro, o "neo" novo, planta "fito") entra para fazer parte da organização maçônica com todos os benefícios e responsabilidades que significa participação em uma organização de prestígio.
Nesta situação, as responsabilidades e funções são divididas em um plano interior. Estar na Maçonaria não implica ou garante o desenvolvimento de um Maçom na espiritualidade de cada iniciado.
Para alcançar esta empresa o membro deve aprender a ser um maçom, caso contrário, será limitado para a Maçonaria, opção não menos sobre a importância dos valores maçônicos na sociedade.
Considero que, para ser iniciado na Maçonaria significa estar na organização, juntá-lo como membro de pleno direito, participando nos planos.
Representa simpatia, convencido de que tem sobre os valores maçônicos, mas que não necessariamente levá-la em prática em suas vidas diárias, mas ajuda, apóia e sustenta aqueles que se rendem à conclusão de um Maçom.
Alcançar um Maçom requer um compromisso consigo mesmo, para transformar toda a visão universal psicológico oferecidos aspectos de alvenaria.
É uma maneira para poucos devido ao grau de dificuldade e entregues ela implica, porque à medida que evolui Maçom estar na pessoa de que, aumentam as responsabilidades e os direitos aparências desaparecem.
Apesar da estranha e desconhecida, que pode ser do jeito que está aberto a todos os que entram a Irmandade, mas apenas aqueles que estão abertos ao significado dos símbolos que conseguem cruzar o limiar de início.
Para alcançar esta tarefa não deve cobiçar graus e taxas, no entanto, eles são simbólicos. Pelo contrário, é necessário que o adepto muitas vezes se retirar para suas reflexões de quarto e de lá concentrar a mente para consolidar o espírito maçônico.
A primeira tarefa para a conclusão da tarefa é aprender a linguagem maçônica. Conhecimento na Maçonaria é transmitida através de alegorias e símbolos, de modo a manter a universalidade do conteúdo além da cultura linguística.
O Dicionário da Real Academia da Língua Espanhola define a palavra "símbolo" e "representação perceptível sensorial de uma realidade sob traços associados por uma convenção socialmente aceito".
Por seu lado, o Dicionário de Filosofia Ferraster e Mora disse símbolo "às vezes é usado" "como sinônimo de sinal" e que "era comum para definir o símbolo como um sinal que representa alguma coisa, quer diretamente, quer indiretamente. Para o Dicionário Enciclopédico da Maçonaria de Cassard, "símbolo" é a figura ou imagem significativa. Qualquer que seja a figura representação ou semelhança revela-nos ou explica outro sinal eterno ou visível com a qual ele se liga um sentimento espiritual, uma ação ou idéia”.
De acordo com etymologists a palavra "símbolo" vem do latim e vozes língua simbolum grego symbolom com que o material é designada uma coisa, um objeto, uma imagem, uma figura, um crachá, um distintivo.
Assim, a palavra "símbolo" é uma janela para a sede de conhecimento e mudança, deve ser aberto para o sacrifício, para alcançar o desenvolvimento moral, intelectual e físico objetivo do homem e, consequentemente, da sociedade.
Com o símbolo estabelecer uma significativa relação inteiramente convencional entre dois elementos, chamou um "simbolização", ou seja, a imagem de elemento perceptível, e o outro "simbolizava", ou seja, nenhum elemento perceptível significado.
Qualquer imagem de um objeto é real ou irreal, ou o seu estabelecimento pode funcionar como um símbolo e para a frente, ou seja, qualquer sentido, em uma relação para muitos, isto é polissêmico, plástico.
A linguagem dos símbolos é a língua mais primitivo, enquanto o mais moderno. Primitivo, porque nasce no coração da história; Moderno, porque exige o conhecimento acumulado em anos de experiência vivida.
Por isso, é a língua mais difícil e complexo. Daí a sua tarefa de aprendizagem implacável. É tudo um processo de ensino que envolve o desafio com a vontade de aprender.
Há nele implícito uma sucessão de idéias, pensamentos, atitudes que afeta não apenas o cognitivo, mas também a sentir e fazer. Aprender é um processo em profundidade e batalha em curso com o intelecto, emoção e todo o comportamento.
Erich Fromm, em seu livro A linguagem esquecida indica que a linguagem simbólica é uma linguagem em que as experiências interiores, sentimentos e pensamentos são expressos como se fossem experiências sensoriais, eventos no mundo exterior.
É uma língua que tem uma lógica diferente da linguagem convencional falamos todos os dias, uma lógica que não são o tempo e o espaço categorias-chave, mas a intensidade e parceria.
Nós entendemos a linguagem simbólica é o mais universal de expressar idéias e conceitos em valores construtivos para a expressão de humanidade.
Esta linguagem define a Maçonaria como uma instituição universal, como o conteúdo dos símbolos não é determinada por uma determinada língua como o Inglês ou Francês, mas é em si uma linguagem que transmite uma ideia que vai além da definição puramente material do objeto que descreve.
É precisamente o estudo do esoterismo que este significado é escondido, invisível contida nos símbolos, torna-se visível e compreensível.
As experiências esotéricas não são espontâneas ou inconsciente, mas exigem um ato de vontade que permite entrada em um campo em que os valores da vida espiritual e material assumir um significado diferente.
As ferramentas presentes na imagem em anexo e representam os valores e os altos padrões de conduta que devem viver maçons, deixando todos livres para colocá-los dentro de sua própria escala individual de valores.
Porque não basta juntar a Maçonaria para se tornar um maçom, é necessário tomar esses símbolos desenvolvidos com eles uma filosofia de vida significativa.
Christian Gadea Saguier


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão ACEITOS. Deixe seu nome completo e e-mail para resposta.
Contato: foco.artereal@gmail.com

Postagens populares