Páginas


“SÓ PUBLICAMOS TRABALHOS RELACIONADOS COM A ORDEM MAÇÔNICA”

ACEITAMOS A OPINIÃO DE TODOS, DESDE QUE O COMENTÁRIO SEJA ACOMPANHADO DE IDENTIFICAÇÃO E UM E-MAIL PARA CONTATO.


“NÃO SERÃO ACEITOS COMENTÁRIOS ANÔNIMOS”

segunda-feira, 2 de março de 2015

MAÇONARIA: O SIMBOLISMO E O DIVINO


Imaculabilidade completa do corpo, a pureza absoluta da mente, são absolutamente essenciais para a realização de coisas de grande importância e final “Quem”, diz o Salmista (e lembre-se que os salmos eram os hinos sagrados usados ​​nos Mistérios hebraico): “Quem vai subir ao monte do Senhor, e ascender ao seu santo lugar Mesmo aquele que tem as mãos limpas e coração puro“? De onde vem que usamos luvas brancas e aventais como emblemas que temos purificado os nossos corações e nossas mãos lavadas na inocência.
Assim também o nosso santo padroeiro (São João) ensina: “Aquele que nele tem esta esperança purifica-se nele, assim como Ele (isto é, o mestre a quem está buscando) é puro.” Para quem não é pura em corpo e mente: aquele que é escravo das paixões e desejos, ou por servidão aos interesses materiais deste mundo, é, pelo próprio fato da sua imundícia, impedido de repassar.
Nada impuro ou que contamina o homem, dizem, pode entrar no reino, e, portanto, nossos candidatos são informados de que se eles têm “dinheiro ou metais sobre eles”, se, isto é, eles estão sujeitos a qualquer atração física ou mental corrupção, sua iniciação real para as coisas mais elevadas, de que a nossa cerimônia é apenas um símbolo dramático, deve ser diferido e repetida uma e outra vez até que sejam limpos e equipados para passar.
Após purificação vêm contemplação e iluminação, que são os assuntos especiais do segundo grau. Dantes do candidato para os Mistérios, depois de prolongada disciplina e purificação permitindo a sua mente para adquirir o controle completo sobre suas paixões e sua natureza inferior física, foi avançada, como ele pode avançar-se a dia, para o estudo de suas faculdades mais interior, a compreender a ciência da alma humana, e para traçar essas faculdades no desenvolvimento de seu estágio elementar até que ele percebe que ligar e terminar em, o Divino em si.
Allan Boudreau, Ph.D. Curador e bibliotecário da Grande Loja de Livres e Aceitos Maçons do Estado de Nova York,  Julho de 1980
O Significado da Maçonaria por WL Wilmshurst  (1867-1939) Past Provincial Grand Registrar in West Yorkshire, UGLE
A exposição filosófica do caráter da Arte – 1920
A philosophical exposition of the character of the Craft – 1920
blackhawk lodge 65 masonic study emblems
Pesquisa Ivair Ximenes blackhawk lodge 65 masonic study emblems- blog.msmacom.com.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão ACEITOS. Deixe seu nome completo e e-mail para resposta.
Contato: foco.artereal@gmail.com

Postagens populares