Páginas


“SÓ PUBLICAMOS TRABALHOS RELACIONADOS COM A ORDEM MAÇÔNICA”

ACEITAMOS A OPINIÃO DE TODOS, DESDE QUE O COMENTÁRIO SEJA ACOMPANHADO DE IDENTIFICAÇÃO E UM E-MAIL PARA CONTATO.


“NÃO SERÃO ACEITOS COMENTÁRIOS ANÔNIMOS”

domingo, 2 de agosto de 2015

ALERTA A UM NEÓFITO


Meu novo e já querido irmão.

Posso afirmar com toda certeza que esta data ficará eternamente gravada em sua memória e que tudo aquilo, que hoje aconteceu com você, de alguma forma fará com que você recorde que caminhou durante várias horas na escuridão à procura de algo que, muito merecidamente, acabou conseguindo: a iniciação nos Augustos Mistérios Maçônicos.
Conforme o próprio termo iniciação indica, você hoje não é mais aquele homem profano, tosco e rude, você é um maçom que aqui foi recebido como grande homem, livre, de bons costumes e que todos os irmãos acreditaram ser, limpo e puro.
Você hoje inicia uma nova vida, uma vida voltada para o exercício da tolerância, da humildade, da solidariedade, do verdadeiro amor ao próximo. Embora você tenha passado pela iniciação deste dia, podemos garantir-lhe que esta iniciação será uma constante em toda a sua existência.
A cada dia, a cada hora ou minuto você terá a oportunidade de aprender, de discutir e um dia, com certeza, de poder ensinar a um irmão, algo daquilo que assimilou na sua trajetória maçônica.
O estudo deverá ser a sua preocupação maior e a curiosidade no seu mais alto sentido, na vontade de conhecer novos horizontes, adquirir novos e sólidos conhecimentos, de ver descortinar diante de você a beleza e a profundidade de toda uma gama de simbolismo ou mais precisamente a simbologia maçônica com seus significados e mistérios.
Você hoje assumiu solenemente um compromisso que deverá ser honrado a qualquer custo, a luz que hoje você viu, foi uma luz diferente, embaçada pelo longo tempo que os seus olhos foram cerceados o direito de enxergar.
Assim também, será a sua vida a partir de agora, porque você, a todo o momento, deverá procurar uma luz maior, uma luz clara e límpida que possa iluminar a sua conduta, o seu comportamento não só maçônico, como também, profissional, como chefe de família e como membro de uma linda sociedade iniciática que o acolheu.
A partir deste dia você deverá adotar em sua agenda diária a palavra vigilância; você deverá ser um constante e implacável vigilante do peso de suas ações, dos seus atos e de todas as decisões que tomar de ora em diante…
Como você, meu novo e já querido irmão, todos os que aqui estão reunidos e todos os maçons espalhados pela superfície da terra, passaram pelas mesmas emoções, pelos mesmos sobressaltos e pelas mesmas angústias. Entretanto, muitos ficaram e continuam de verdade, muitos nos deixaram e saíram e outros tantos ficaram apenas, sem saber por que ainda aqui estão.
O Maçom na verdadeira acepção da palavra deve ser um homem útil e dedicado e é isso que todos nós esperamos daqueles que aqui aportam.
Para isso, ele deverá ter o cuidado, a astúcia e a perspicácia de saber escolher como exemplos vivos, como seus mestres aqueles irmãos que possam de forma efetiva, legítima e moralmente sem mácula, oferecer-lhe exemplos dignificantes de comportamento, de postura e de verdadeira compostura maçônica.
Como homem de negócio você estará em constante contato com inúmeros irmãos, alguns de fato e de direito, outros apenas e tão somente de direito. Caberá a você saber separar o joio do trigo. Aqui você poderá nos questionar… “Mas todo maçom não é ou deveria ser igual?”
Responderemos que não, pois, como seres humanos que somos sempre seremos factíveis de erros e de imperfeições.
Mas, é muito importante que saibamos que em tudo estamos sendo observados e que, qualquer deslize nosso poderá comprometer um número muito grande de pessoas idôneas, responsáveis e respeitadas por todos.
O verdadeiro maçom deve falar pouco e agir muito; os maçons fanfarrões, aqueles que querem ser os donos da verdade absoluta, que falam demais, criticam muito sem perceberem que denigrem a Ordem e fazem por ela muito pouco.
Cuidado, pois com esse tipo de irmão, que infelizmente ainda existe em grande número. Outros há que pensam que já fizeram muito e que não precisam fazer mais nada. Esses são os maçons da ilusão, os maçons que, feliz ou infelizmente, fatalmente cairão no esquecimento.
Na Maçonaria meu irmão, não há lugar para o arrogante, para o prepotente e principalmente, para o desonesto consigo mesmo. Mais cedo ou mais tarde, ele certamente mostrará a sua verdadeira face e será descoberto e desmascarado.
Meu irmão, por que estamos dizendo-lhe tudo isso e não estamos dizendo-lhe que a Maçonaria é um mar de rosas, rosas essas que nunca terão espinhos?
Nós fazemos por um princípio de honestidade, fazemos porque somos Mestres-Maçons que, embora, carregados de defeitos e cientes disso, procuramos a todo custo buscar aqui na Maçonaria, nosso aperfeiçoamento moral, intelectual e acima de tudo, espiritual.
Como Mestres, temos o dever de alertar aqueles que começam, e é esta a nossa única intenção neste momento. Procure estudar, procure aprender, procure ser disciplinado e saber ouvir mais do que falar, principalmente, durante o seu aprendizado no primeiro e no segundo grau.
Faça tudo o que estiver ao seu alcance para ser uma constante chama a aquecer aqueles que o rodeiam, lembrando-se de que o arrogante, o petulante, o prepotente, o inconveniente e o ingrato estudam na mesma escola.
Jamais se deixe levar pelas aparências, lembrando-se daquele ditado de que o hábito não faz o monge, pois, debaixo de uma linda batina, nem sempre haverá ou estará um santo padre; ela poderá abrigar também, um simpático demônio.
De nada adiantará os óculos para o cego, a bengala para aqueles que não têm braços e o conselho para aquele que não sabe ouvir… Procure sempre ouvir e tornar realidade os bons conselhos e as orientações dos mais experientes.
Meu mais novo e caro irmão. Certa noite sonhei que sabia tudo, que era o dono da verdade, mas ao acordar, constatei que aquela noite havia me pregado uma enorme mentira…
Pense muito e que, com simplicidade e com toda humildade possa fazer parte daquele grupo que verdadeiramente ficou e que continua lutando por uma Maçonaria forte, coesa, justa e perfeita, a Maçonaria com a qual o verdadeiro maçom sempre sonhou.
Que seja feliz entre nós e que o GADU possa iluminar os seus passos como tem iluminado os nossos, lembrando-se de que, o vento poderá apagar a chama de uma vela, mas jamais conseguirá apagar a chama que há lá no fundo do coração mais insensível.
Pense efetiva e positivamente, lembrando-se também que, o caminho é difícil, mas se quisermos todos atingiremos os nossos objetivos. Para isso deverá haver muita tenacidade, muito trabalho, muita entrega e muito estudo.

Fonte: JB News


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão ACEITOS. Deixe seu nome completo e e-mail para resposta.
Contato: foco.artereal@gmail.com

Postagens populares