Páginas


“SÓ PUBLICAMOS TRABALHOS RELACIONADOS COM A ORDEM MAÇÔNICA”

ACEITAMOS A OPINIÃO DE TODOS, DESDE QUE O COMENTÁRIO SEJA ACOMPANHADO DE IDENTIFICAÇÃO E UM E-MAIL PARA CONTATO.


“NÃO SERÃO ACEITOS COMENTÁRIOS ANÔNIMOS”

domingo, 29 de julho de 2012

CONTRA A CEGUEIRA ESPIRITUAL




Embora a Maçonaria Livre não seja uma religião, ela é preocupada com os valores espirituais de seus membros, e exige que eles acreditem em Deus. Este é um importante passo para que sua postura e conduta sejam exemplo para outros homens. Como ele ganha em sua jornada um material valioso para ele mesmo, a Maçonaria torna-se um caminho da vida.

Acreditar, com maior profundidade em seu significado é CRER.

Quem crê, obedece. Por que, normalmente, a maioria não obedece?

Se não obedece é porque nem tampouco considera. Por que procedemos assim para com o nosso Deus? Ele afirma no “livro dos livros”: “Eu sou teu Deus, além de mim não há outro”. Por que nos dividimos, reverenciando outros deuses?

Nem procuramos considerar que foi Ele quem deu seu único Filho, como oferta, para salvar a humanidade, ou seja, salvar a todos nós.

Como não bastasse, seu Filho afirma, categoricamente:
“Eu sou o caminho, a verdade e a vida, ninguém vai ao Pai se não por mim”.

Entretanto, quando precisamos de algo de Deus, recorremos a um outro intercessor ou intercessora, dando mostras cristalinas que a afirmativa d’Ele não tem o mínimo valor ou como se Ele fosse um mentiroso qualquer. No dia-a-dia é o que se ver.

O próprio Pai afirma:
“O meu povo sofre por falta de conhecimento”.

Haja vista que Ele ainda afirma:
“Feliz é a nação cujo Deus é o Senhor”

Vamos inverter: Infeliz é a nação cujo Deus não é o Senhor.

Como fica, quando Ele afirma:
“Eu honro a quem me honra”, quem não me honra será desmerecido.

A situação acima é de honraria a Ele?  Se for, seremos honrados, mas se não for, certamente, receberemos o que Ele afirma: (vide final da mesma referência). Eis o motivo de muita gente reclamar da vida, mas não reflete que tal situação nada mais é do que o resultado de sua desobediência, sua desconsideração, seu desconhecimento.

” Não existe efeito sem causa“, ”Só se colhe o que se planta”, “Na nossa vida temos as nossas escolhas, mas são as nossas escolhas que fazem a nossa vida”. A ingratidão é considerada a mãe dos sentimentos e só achamos que dói quando somos o desconsiderado. 

Deus é espírito e não fala verbalmente, mas, às vezes, usa alguém para expressar o que gostaria de extravasar, e quem sabe não estar me usando como instrumento para tal?

Daqui para frente, antes de prestarmos homenagem a outros deuses, visitemos a nossa consciência, e usemos o discernimento que Ele mesmo nos deu, para não mais ferirmos Aquele que afirma: “Eu sou o teu Deus, além de mim não há outro”.

Irmão MM Osvaldo Nonato Cardoso.
ARLS “Duque de Caxias IX” – Nº 2.198, Oriente de Belém/PA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão ACEITOS. Deixe seu nome completo e e-mail para resposta.
Contato: foco.artereal@gmail.com

Postagens populares