Páginas


“SÓ PUBLICAMOS TRABALHOS RELACIONADOS COM A ORDEM MAÇÔNICA”

ACEITAMOS A OPINIÃO DE TODOS, DESDE QUE O COMENTÁRIO SEJA ACOMPANHADO DE IDENTIFICAÇÃO E UM E-MAIL PARA CONTATO.


“NÃO SERÃO ACEITOS COMENTÁRIOS ANÔNIMOS”

sexta-feira, 25 de maio de 2012

OS ESTÁGIOS NA MAÇONARIA



O primeiro estágio é aquele em que um maçom precisa usar distintivos, porque quase ninguém na maçonaria sabe o nome dele.
No segundo estágio, o maçom começa a ficar conhecido dentro da loja e seu sobrenome passa a ser o nome dela. Por exemplo, Daniel da Obreiros.
No terceiro estágio, o maçom passa a ser conhecido fora da maçonaria e o nome da instituição se transforma em sobrenome. Daniel da maçonaria.
No quarto estágio, é acrescentado um título hierárquico ao nome dele: Daniel, Chanceler da Obreiros.
Finalmente, no quinto estágio, vem a distinção definitiva. Pessoas que mal conhecem o Daniel passam a se referir a ele como ‘o meu Irmão Daniel, Chanceler da Obreiros.
Esse é o momento em que um irmão se torna, mesmo contra sua vontade, em ‘irmão da loja’, aos olhos daqueles que tem apenas interesse profissional dentro da ordem.
Para se tornar um irmão maçom, apenas suas atitudes o validarão. Existem algumas diferenças entre um irmão maçom que é amigo e um maçom da loja.
Irmãos que são irmãos maçons trocam sentimentos. Irmãos da loja trocam cartões de visita.
Uma amizade dentro da ordem dura para sempre.

Uma amizade baseada somente no fato de saber que ele é maçom é uma relação de curto prazo e dura apenas enquanto um estiver sendo útil ao outro.
Irmãos de verdade perguntam se podem ajudar. Irmãos da loja solicitam favores.
Irmãos de verdade estão no coração. Irmãos da loja estão em uma planilha.
Para aqueles que somente entram na loja por interesse, e se preocupam apenas em conhecer irmãos com poder na sociedade, procuram se relacionar apenas com irmãos da loja. É isso que, hoje, chamamos networking, um círculo de relacionamentos puramente profissional. Mas é bom não confundir uma coisa com a outra.
Irmãos da loja não são necessários, pelo contrário, eles não conseguem ficar por muito tempo. Irmãos maçons de verdade são indispensáveis.
Algum dia, e esse dia chega rápido, os únicos amigos (irmãos) com quem poderemos contar serão aqueles poucos que absorveram o espírito da maçonaria, e procuraram aprender sempre mais sobre nossa filosofia, que ocuparam cargos e disponibilizaram tempo para suas confraternizações e sempre que solicitados contribuíram para o crescimento da maçonaria e dos irmãos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão ACEITOS. Deixe seu nome completo e e-mail para resposta.
Contato: foco.artereal@gmail.com

Postagens populares