Páginas


“SÓ PUBLICAMOS TRABALHOS RELACIONADOS COM A ORDEM MAÇÔNICA”

ACEITAMOS A OPINIÃO DE TODOS, DESDE QUE O COMENTÁRIO SEJA ACOMPANHADO DE IDENTIFICAÇÃO E UM E-MAIL PARA CONTATO.


“NÃO SERÃO ACEITOS COMENTÁRIOS ANÔNIMOS”

segunda-feira, 14 de maio de 2012

PARA OS INICIADOS



Na qualidade de ser humano, desde pequeno, busquei questionar o mundo que me cercava.

Essa busca, muitas vezes, me levou a nenhum lugar! Decepção!

Seria se não continuasse a procura de algo que me fizesse entender a origem de minhas dúvidas.

Já adulto procurei algo que sempre tinha ouvido falar, mas, desconhecia o que era na verdade.

Consegui o meu intento, conheci o que tanto almejava.

A partir daí verifiquei que para seguir em frente, precisava mudar a minha maneira de pensar. Teria de nascer de novo! A partir desse dia teria que medir o meus atos, entendi que o era para os outros uma virtude, para mim seria agora uma obrigação. Embora considerasse meu comportamento ideal, compreendi que nada é tão bom que não pudesse ser melhorado.

Continuei o meu caminho, conheci a importância de se estender as mãos ao próximo. Senti o valor do abraço amigo e o valor do meu trabalho.

Mais adiante, tive a nítida impressão que por onde havia trilhado, estava chegando mais importante passo da minha jornada.

Nesse momento teria que filosoficamente morrer. Não a morte física e sim algo muito mais importante. Seria a morte do homem comum para o renascimento de o novo ser, desprovido das vaidades mundanas.

Teria eu completado o meu ciclo?

Claro que não! Entendi porque alguns cientistas afirmam que somos formados por pó de estrelas e em um futuro próximo retornaremos as origens.

A caminhada continua a ser árdua. Cada degrau conquistado nos trás ensinamentos que devemos usar no nosso dia a dia.

E quando cheguei ao topo, veio àquela vontade de começar tudo de novo!

É tão bom poder ensinar, mas o melhor é saber que ainda temos muito a aprender.

E quando chegar a hora de encerrar o meu aprendizado, que eu espero que dure ainda por um bom tempo, partirei com o sentimento do dever cumprido ao encontro do nosso Criador. Terei completado a minha jornada em busca da divina Luz.

Tudo isso só tenho a agradecer a Ordem que tudo isso me ensinou.

Muito obrigado Maçonaria, muito obrigado a todos aqueles que me auxiliaram e continuam auxiliando no meu caminho.

Paulo Edgar Melo MI
Membro da ARLS Cedros do Líbano, 1688 – GOB-RJ.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão ACEITOS. Deixe seu nome completo e e-mail para resposta.
Contato: foco.artereal@gmail.com

Postagens populares