Páginas


“SÓ PUBLICAMOS TRABALHOS RELACIONADOS COM A ORDEM MAÇÔNICA”

ACEITAMOS A OPINIÃO DE TODOS, DESDE QUE O COMENTÁRIO SEJA ACOMPANHADO DE IDENTIFICAÇÃO E UM E-MAIL PARA CONTATO.


“NÃO SERÃO ACEITOS COMENTÁRIOS ANÔNIMOS”

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

AÇÕES FILANTROPICAS. PAPEL DA MAÇONARIA - OBJETIVO OU COMPLEMENTO


As dádivas para o Tronco são sigilosas. “Para que tua esmola fique em segredo e teu Pai, que tudo vê em segredo, lhe dará a recompensa.” (Mateus 6:4).

Se o Irmão quer saber a verdade sobre a maçonaria e obviamente suas ações filantrópicas, esta resposta irá achar em seu interior, em seu ímpeto maior. É de se saber que a maçonaria não é uma religião, é uma ordem iniciática que aceita somente homens de moral e de bons costumes coisa que a maioria das religiões não exige de seus membros e o mais importante, temos nossas leis próprias (landmarks). 

O propósito da maçonaria é a melhoria do homem em seus aspectos físicos e espirituais, com estudos efetuados dentro das lojas, mas para que esta melhoria se perpetue, as ações filantrópicas são essenciais, a maçonaria deveria ser mais autenticas quanto às obras de caridade. Então, para muitos irmãos, essas ações muito nos preocupam se é um objetivo ou complemento. Portanto, o papel da maçonaria, é o de uma das grandes precursoras da sociedade moderna sendo que esta envolvida nos principais fatos históricos. 

As ações filantrópicas maçônica não diferem das demais caridades! É simples: É fazer o bem ao próximo por amor a Deus o Grande Arquiteto do Universo. É tratar o próximo como a ti mesmo, auxiliar seus irmãos ao pedir um auxílio. Na ação filantrópica, se o irmão estiver com Deus no coração, ele também estar sendo exaltado, louvado, e celebrado em todos os momentos.

Poderíamos fazer profundas meditações sobre o padecimento de Nosso Senhor, e breves reflexões sobre o que nós, não como maçons, mas sim como cristãos, temos feito para aliviar o sofrimento do próximo. Mas a coisa se inverte: falamos muito de igualdade à moda dos mundanos, em revolução, em ecologismo, e as coisas de Deus acabam sendo enxertadas de forma decorativa e relegadas a segundo plano! Isso mostra que as ações filantrópicas muitas das vezes não são de espírito e sim de matéria. Mais fácil que elas prejudiquem a meditação cristã do que favoreçam a verdadeira caridade, que repito, não é a filantropia que nos propõem.

Outra prova é a fraternidade. Não podemos fazer caridade sem Deus em nossos corações. Fazer filantropia é não silenciar é ter respeito ao ser humano, principalmente ao seu Irmão Maçom que juraste, fizeste um juramento perante o L.’. L.’.. Com certeza, não será uma campanha que solucionará todos os problemas das pessoas, mas muito ajudará aos mais necessitados e ao Irmão quando necessitar.

A Maçonaria é uma Instituição que tem por objetivo tornar FELIZ A HUMANIDADE, pelo amor e o aperfeiçoamento dos COSTUMES. Para se tornar Maçom, é necessário ser apresentado por outro Maçom, e no julgamento do ingresso, o voto tem que ser ABSOLUTO (100%). No centro de um Templo Maçônico, ao iniciar os nossos trabalhos temos o simbolismo filantrópicos em nossa presença, o Livro da Lei aberto no Salmo, onde se lê:
Oh! Quão bom e quão suave é viverem os irmãos em união (traduzindo; sem guerras e sem maldade). A Maçonaria não e Organização, muito menos empresa, mas uma organização fraternal; TRATA-SE DE UMA FILOSOFIA DE VIDA (Uma boa maneira de se viver), e o seu lema é: Liberdade, Igualdade, e Fraternidade. A Maçonaria não tem nada a ver com Religião, mas nela cultuamos a VIDA e a FAMÍLIA tanto profana como maçônica.

Valdeci Martins. Membro da ARLS Acácia Pantaneira, 59 – GLEMS 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão ACEITOS. Deixe seu nome completo e e-mail para resposta.
Contato: foco.artereal@gmail.com

Postagens populares