Páginas


“SÓ PUBLICAMOS TRABALHOS RELACIONADOS COM A ORDEM MAÇÔNICA”

ACEITAMOS A OPINIÃO DE TODOS, DESDE QUE O COMENTÁRIO SEJA ACOMPANHADO DE IDENTIFICAÇÃO E UM E-MAIL PARA CONTATO.


“NÃO SERÃO ACEITOS COMENTÁRIOS ANÔNIMOS”

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

O PAVIMENTO MOSAICO E O SIMBOLISMO MAÇÔNICO


1. INTRODUÇÃO
Ao iniciarmos este trabalho não buscaremos definir o pavimento mosaico, com suas dimensões e características construtivas nas lojas maçônicas modernas, mas sim remontar as origens desta alegoria e seu significado histórico e simbolismo atual. Segundo Camino (2005) no Tabernáculo, houve o emprego de pranchas de madeira para a construção do pavimento, que posteriormente na maçonaria foi denominado de pavimento mosaico.


A maçonaria "primitiva - moderna" realizava suas sessões em sala cedida das tabernas, e nesta, sob o assoalho de madeira utilizando-se pedaços de carvão ou giz, eram gravados símbolos maçônicos que, após as sessões eram apagados.

A localização do pavimento mosaico no centro das lojas maçônicas sugere aos profanos e também aos aprendizes, quando recebem a primeira luz, que se trata apenas de uma forma encontrada para decorar o visual do tempo.


2. SIMBOLISMO MAÇÔNICO DO PAVIMENTO MOSAICO

O simbolismo contido no pavimento, tanto dos tabernáculos, como do grande tempo, o de Salomão, não vem descritos nas sagradas escrituras. Maçonicamente possui interpretações diversas, sendo a principal a da união, portanto, esses pisos simbolizaram, em especial, a união do povo de Israel, as doze tribos (CAMINO, 2005).


Os ladrilhos nas cores preta e branca do pavimento mosaico, unidos e simétricos, representam a harmonia universal dos maçons, a união dos homens de todas as raças e crenças que, apesar de suas diferentes cores e opiniões particulares, são a afirmação de que na maçonaria não se admitem preconceitos (TSUKAMOTO, 2009).


O pavimento mosaico formado por quadrados brancos e pretos que revestem os templos maçônicos tem em sua essência a representação dos opostos, da diversidade e da dualidade da condição humana. Representa também a variedade do solo terrestre, ligado pelo mesmo cimento, simbolizando a união de todos os maçons, apesar das diferenças de cor da pele de opiniões políticas e religiosa, remetem o maçom á humildade, além de representar a imagem da dualidade do bem e do mal.

Meus irmãos, aos discordarmos das opiniões, atos e proclamações de nossos semelhantes na vida profana e, de nossos irmãos em loja, recordemo-nos do simbolismo que o pavimento mosaico representa: A diversidade, as diferenças, que é a essência da criação humana, e tenhamos em mente a orla dentada que circula o pavimento mosaico, simbolizando a união entre os maçons espalhados pela face da terra.



A dualidade está sempre presente em nossas vidas, podemos equiparar a noite e o dia, a riqueza e a pobreza, a moral e a dissimulação. A preocupação do maçom, ao transitar pelo pavimento mosaico é considerar que este é composto pelo oposto.


Tanto o maçom como o profano transitam pelo pavimento da vida e na maior parte do tempo não se apercebem do visual oposto, vêem a miséria do ser humano, mas não se comovem com a alma. Ao perceberem algo que lhes surpreendem, suprimem com a esmola ou com as preces, identificando as diferenças, mas não tocando seus corações com a dualidade e principalmente a possibilidade de interferirem nestes destinos.


Atuemos maçons, na mudança da sociedade, identificando a dualidade do pavimento mosaico na sociedade, as diferenças, a diversidade de pensamentos e atos, e agindo em minimizar as diferenças, vislumbrando nos diferentes, seres oriundos do Grande Arquiteto do Universo, que anseiam nossa interferência para minimizar suas mazelas. 

Lembremo-nos que em nossos templos sagrados, nossos ambientes familiares e profissionais de nossa vida profana, um pavimento mosaico esta presente, nos alertando que devemos buscar viver em harmonia, aceitando a dualidade da humildade, buscando excluir de nossa vivência diária, mesmo que inconscientemente, os pré- conceitos incorporados em nossa pedra bruta, de intolerância e individualismo.



A simbologia do pavimento mosaico, em geral representa a imagem do bem, pelos quadrados brancos, e do mal pelos quadrados pretos, que nos remontam a mensagem da dualidade, se não fossem as baixas temperaturas do inverno, não valorizaríamos as amenozidades das temperaturas do verão, se não houvesse guerras não entenderíamos os benefícios da paz.


 3. CONCLUSÃO
Finalizo ressaltando aos irmãos que o pavimento mosaico nos mostra a atração universal simbolizada no amor, representa os povos reunidos em torno de um chefe, a família, os filhos, reunidos em volta do pai, enfim os maçons unidos e reunidos em torno da Loja, cujos ensinamentos e moral aprendem, para espalhar-lhos aos quatro cantos do universo.


 4. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
CAMINO, RIZZARDO. O Maçom e a Intuição. São Paulo, SP. Mandras. 2005.
TSUKAMOTO, MILTON. O Pavimento Mosaico e a Orla Dentada. Revista A Verdade, São Paulo, SP. Janeiro - Fevereiro. 2009.


 Ir.: Marcelo Luís Schmitt



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão ACEITOS. Deixe seu nome completo e e-mail para resposta.
Contato: foco.artereal@gmail.com

Postagens populares