Páginas


“SÓ PUBLICAMOS TRABALHOS RELACIONADOS COM A ORDEM MAÇÔNICA”

ACEITAMOS A OPINIÃO DE TODOS, DESDE QUE O COMENTÁRIO SEJA ACOMPANHADO DE IDENTIFICAÇÃO E UM E-MAIL PARA CONTATO.


“NÃO SERÃO ACEITOS COMENTÁRIOS ANÔNIMOS”

terça-feira, 15 de novembro de 2011

É A MAÇONARIA



Faz muito tempo que nasci.
Nasci quando os homens começavam a acreditar em um Deus único.
Fui combatida, vilipendiada e até fizeram troça de meu ritualismo e doutrina, mas, através do tempo foram reconhecendo minha seriedade e princípios, acabei sendo reconhecida como entidade íntegra, que congrega homens íntegros.
As encruzilhadas do mundo ostentam catedrais e templos que atestam a habilidade de meus antepassados.
Eu me empenho pela beleza das coisas, pela simetria, pelo que é justo e pelo que é perfeito. Espalho coragem, sabedoria e força para aqueles que a solicitam.
Para comprovar a seriedade de meus princípios, sobre meus Altares está o Livro Sagrado, a Bíblia, e minhas preces são dirigidas a um só Deus Onipotente.
Meus filhos trabalham juntos, sem distinções hierárquicas, quer seja em público, quer seja em recintos fechados, em perfeita união e harmonia.
Por sinais e por símbolos, eles ensinam as lições da Vida e da Morte, as relações do homem para com Deus e dos homens para com os homens.
Estou sempre pronta a acolher os homens que atingindo a idade legal e que sejam possuidores de dotes morais e reputação acima de qualquer reparo, me procuram espontaneamente, pois não faço proselitismo nem campanhas para angariar adeptos.
Eu acolho estes homens e procuro ensiná-los a utilizar meus utensílios de trabalho, todos voltados para construir uma sociedade melhor.
Eu ergo os caídos e conforto os doentes. Compadeço-me do choro de um órfão, do choro de uma viúva e da dor dos carentes.
Não sou uma igreja nem um partido político, mas meus filhos têm uma grande soma de responsabilidade para com Deus, para com sua Pátria, para com seus vizinhos e para com a comunidade em geral.
Não obstante são homens intransigentes na defesa de suas liberdades e de sua consciência.
Propago a Imortalidade da alma porque acreditamos ser por demais pequena uma só vida no imenso universo em que vivemos.
Enfim, sou uma maneira de viver.
Eu sou a Maçonaria.
Colaboração do Ir.’. Jorge Luiz dos Santos Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários anônimos não serão ACEITOS. Deixe seu nome completo e e-mail para resposta.
Contato: foco.artereal@gmail.com

Postagens populares